Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

19 de dezembro de 2019, 00h02

Cartas do Pai: “Nazismo na vitrine”

O próximo passo vai ser aparecer fã da Ku Klux Klan desfilando com aquela roupa típica por aí, já que o presidente incentiva todos os tipos de preconceitos

Foto: Reprodução

Rio de Janeiro, 18 de dezembro de 2019.

Pai.

Até pouco tempo atrás, a gente não imaginava que algum dia ia ver, principalmente aqui no Brasil, alguém se dizendo fã do nazismo.

Mas, de um tempo pra cá, isso não é mais nenhuma surpresa, depois da eleição de um presidente que é a favor da tortura e tem como ídolo o mais conhecido torturador da época da ditadura militar (Ustra). Ditadura que ele nega também.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Ah! Já ia esquecendo: ele é fã do Pinochet e do estuprador e pedófilo Stroessner.

Bem, depois de elegerem uma pessoa assim, tudo é possível, né?

Esta semana, em Unai, no interior de MG, um dos fãs desse presidente apareceu com uma braçadeira nazista e ficou calmamente sentado em um bar, sem que ninguém o incomodasse.

Reclamações aconteceram, mas a polícia não fez nada.

Talvez se fosse um professor, um estudante ou um trabalhador reclamando de alguma injustiça, a polícia teria invadido o bar baixando o cacete, como sempre faz.

Vai ver que foi isso. Se tivessem falado que o nazismo era de esquerda, eles teriam tomado alguma atitude.
Até isso tivemos que ouvir nos últimos tempos. Quando o embaixador alemão desmentiu, esclarecendo que o nazismo sempre foi de extrema direita, teve gente teimando. Afinal, o que os alemães entendem sobre nazismo, não é mesmo?

O próximo passo vai ser aparecer fã da Ku Klux Klan desfilando com aquela roupa típica por aí, já que o presidente incentiva todos os tipos de preconceitos.

Discriminação não é MiMiMi. Isso tem que acabar, pai! Cadeia neles!

Um beijo do seu filho,

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum