Cartas do Pai: Vacina Superfaturada

Nas Cartas do Pai de hoje, Ivan Cosenza fala do negócio da Índia que o Brasil ia fazer comprando a vacina Covaxin a preço de ouro

Rio de Janeiro 24 de Junho de 2021.

Pai,
A gente descobriu que o governo tava negociando a compra da vacina Covaxin por um preço 1.000% maior que o original.
Pra isso estavam usando uma empresa de fachada para intermediar a compra e ganhar uma bolada!
O presidente foi avisado, mas ignorou o alerta.
Ignorou da mesma forma que ignorou aos 81 e-mails da Pfizer, que tentava vender vacinas pela metade do preço, o que deixaria o Brasil na frente de todos os outros em vacinação.
Engraçado que isto aconteceu ao mesmo tempo.
Recusou desconto de 50% ao mesmo tempo que priorizava a compra com 1.000% de ágio.
Agora estão desesperados, tentando intimidar o servidor que denunciou.
Ele é irmão de um deputado de direita, que pela primeira vez entendeu por que um servidor público tem que ter estabilidade.
É pra poder denunciar irregularidades sem ser colocado na rua e ser substituído por amiguinhos do chefe corrupto.
E essa história toda fez pela segunda os EUA passarem a perna no Brasil.
A primeira foi com a recusa de presidente em vender soja pra China, a pedido dos presidente dos EUA, que em seguida ofereceu a soja estadunidense pros chineses, ganhando um dinheirão e deixando o governo brasileiro com cara de otário.
A segunda foi exatamente das vacinas, que com o silêncio dos “nada inocentes”, a Pfizer vendeu pros EUA as vacinas que vinham pra cá!
Resultado disso tudo: bilhões de prejuízo pros agricultores brasileiros e 510 mil mortos!
Até o momento…
Será que agora essa praga cai?
Um beijo do seu filho,
Ivan

**Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Avatar de Ivan Cosenza de Souza

Ivan Cosenza de Souza

Cronista, produtor cultural, curador da obra de Henfil, seu pai, e presidente do Instituto Henfil. Escreve as Cartas do Pai para a Revista Fórum.
Henfil veste Pela Esquerda. Camisa da Ursal à venda no link abaixo:

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR