Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como

#Opinião

29 de agosto de 2018, 19h53

Cartas do Pai: “Jornalistas caras de pau”

As emissoras pagam salários, são empresas. Jamais vão estar do lado de quem recebe salário. E nós vamos assistindo esses teatrinhos, torcendo para o pessoal perceber a farsa


29 de agosto de 2018, 18h15

Como a escola forma bolsominions

A escola no Brasil sempre foi sem partido, incapaz de despertar o senso crítico, voltando-se apenas para a formação de indivíduos aptos para o trabalho e, sobretudo, acríticos à ideologia que fomenta todo esse processo


29 de agosto de 2018, 16h49

Por que a democracia incomoda

Dennis de Oliveira: “Nesta retomada da coluna Quilombo, abordarei o porquê do incômodo dos conservadores com a manutenção da democracia mesmo aquela chamada de ‘burguesa’ pelos marxistas”


29 de agosto de 2018, 15h06

Bolsonaro, Renata, eu e nós…

Andrea Caldas, em novo artigo, diz: “Muitas de nós vimos em Bolsonaro o algoz da esquina, da reunião do partido ou departamento, do RH, do parente ou do namorado”



28 de agosto de 2018, 17h45

Instituto Mosaico (RJ) chama candidatos à roda

O colunista da Fórum, Valdemar Figueredo, convida os leitores para as rodas de conversa do Instituto Mosaico, que reunirá candidatos e representantes de partidos para uma tentativa de investigar o olhar plural da política fluminense a respeito de temas como a cidade, Direitos Humanos, ética, Estado laico e igrejas evangélicas.


28 de agosto de 2018, 13h57

Nova ordem global pós-Guerra Fria – emerge a multipolaridade

Yuri Martins Fontes, em novo texto, afirma que, apesar da nova onda de golpes reativos com que os EUA tentam manter sua decadente hegemonia, a divisão multipolar do sistema parece consolidada, prometendo novidades e, quem sabe, caminhos para um desenvolvimento menos dependente


27 de agosto de 2018, 20h00

É ou não é possível derrotar o golpe nestas eleições?

Valerio Arcary, em novo texto, diz que uma derrota eleitoral das candidaturas do golpe seria um desenlace extraordinário e muito positivo. Na verdade, seria espetacular e até surpreendente e representaria o início de uma nova conjuntura de luta


27 de agosto de 2018, 15h54

As elites do Vale do Silício e o socialismo burguês

"Há um interesse enorme no Brasil em reduzir a esquerda aos princípios morais e à algo que se parece com os Democratas nos EUA, rejeitando toda a história desse movimento político no país"


25 de agosto de 2018, 15h25

Teoria da conspiração e naturalização do golpe

Em novo artigo, Gilberto Maringoni aborda a sucessão presidencial: “No momento em que a casa está pegando fogo, é hora de concentrar esforços contra a direita. Mas deve-se, prudentemente, manter o olho vivo”


23 de agosto de 2018, 16h39

Bolsonaro e a masculinidade tóxica

Derrotar o candidato do PSL não é apenas evitar a barbárie brasileira, mas é também começar a deixar para trás um tipo de estrutura e organização social que privilegia a violência da heterossexualidade compulsória para uma vida em comunhão entre as várias raças, identidades e orientações sexuais na construção do Comum


23 de agosto de 2018, 16h02

Se a Globo fosse uma pessoa, como ela seria?

Como seria a Organização Globo, principalmente após a decisão da Comissão de Direitos Humanos da ONU para que Lula possa exercer seus direitos políticos enquanto estiver na prisão? Entre simplesmente ignorar a notícia e, depois, rebaixá-la a “fake news", se a Globo fosse uma pessoa, estaria com sérios sintomas de esquizofrenia midiática e formações reativas psíquicas que vão de “negação” a “transbordamento”


23 de agosto de 2018, 13h59

Novas práticas de resistência para novos tipos de golpe

Rodrigo Perez Oliveira, em novo artigo, diz: “Se fosse outro preso, o golpe não sacrificaria o pouco de credibilidade internacional que ainda lhe resta. Lula vale o esforço. Com Lula, tudo é diferente. É que Lula não é um preso comum, é um preso político”



21 de agosto de 2018, 17h35

Cartas do Pai: “Quero o meu país de volta!”

Estou revoltado com o que aconteceu em Roraima, quando um grupo de brasileiros, eleitores de um candidato que apoia a ditadura militar, agrediu e queimou os pertences dos refugiados venezuelanos, um horror!