O que o brasileiro pensa?

#Opinião

28 de abril de 2019, 22h51

Guerra criptografada cria sincronismos no “Dia D” da Reforma da Previdência

A estratégia de guerra criptografada é o sentido mais amplo das “caneladas” e dissonâncias criadas entre os alucinados membros do governo e do guru-filósofo-astrólogo Olavo de Carvalho, o “Rasputin” do capitão da reserva e presidente em exercício


28 de abril de 2019, 22h13

Socialistas vencem eleições gerais na Espanha, mas extrema direita promete surpreender

Pedro Sánchez (PSOE) saiu-se aparentemente fortalecido de seus meses como primeiro-ministro. Mais do que isso, com um discurso de estabilidade, mostrou-se como um político de esquerda moderada


27 de abril de 2019, 01h20

Mato Grosso do Sul: as mulheres em risco

Leandro Seawright: “O combate à violência doméstica passa pela justa redistribuição de renda, pela equidade de gênero e por posturas firmes que somente os mais comprometidos com a humanidade têm coragem de realizar”


26 de abril de 2019, 15h23

A esquerda brasileira foi abduzida?

Marcelo Hailer: “Se continuar desse jeito, daqui a quatro anos não vai ter humanidades, nem oposição e nem movimento sindical”


26 de abril de 2019, 06h00

A moeda mais valiosa do mercado

Rodrigo Perez Oliveira: “Mesmo preso e silenciado há mais de um ano, Lula continua pautando a política brasileira”


25 de abril de 2019, 17h17

A barbárie nas estradas: o presidente que desarmou a polícia

"É importante lembrar que em um País que ocupa o quinto posto mundial de mortes e sequelas oriundas da violência no trânsito, diminuir a fiscalização da selvageria que é flagrante no excesso de velocidade é de uma irresponsabilidade sem par", escreve o advogado Emerson Damasceno, vítima de um atropelamento há cinco anos


25 de abril de 2019, 06h00

Bolsonaro, Guedes e a Globo precisam de Lula para aprovar a reforma da Previdência

A Globo, assim como o sistema financeiro, petrolífero e hegemônico que ela representa, precisa de Lula - mais do que do próprio Bolsonaro - para aprovar a reforma da Previdência, feita sem lastro e com censura pelo "Milleniun boy", Paulo Guedes, e tratorada pelo velho fisiologismo político do presidente platinado Rodrigo Maia (DEM/RJ) ao custo de R$ 40 milhões por cabeça na Câmara Federal


24 de abril de 2019, 19h39

Um outro enfoque sobre a Previdência

Cid Benjamin: “É preciso defender um modelo solidário, em que os mais pobres não são jogados ao mar. Isso educa as pessoas para a defesa de uma sociedade mais justa e fraterna”


24 de abril de 2019, 09h37

Lula será entrevistado por Florestan e Mônica Bergamo na sexta

Ao invés de ser feita com exclusividade por cada um dos veículos que obtiveram a autorização, El Pais e Folha, entrevista será compartilhada pode decisão de Lula


24 de abril de 2019, 06h00

Escolas para formar “indivíduos meio idiotas”

Raphael Fagundes: “Esse discurso de que se quer implantar um novo modelo no Brasil é puro engodo, principalmente em termos educacionais, pois esconde o interesse de investir em um ensino puramente mecânico”


24 de abril de 2019, 06h00

Comediante ganha eleições presidenciais na Ucrânia: quando guerra híbrida vira “gamecracia”

A guerra híbrida apenas potencializou um fenômeno que Walter Benjamin já havia detectado no nazifascismo: a estetização da política


23 de abril de 2019, 22h29

Sobre as mudanças na regulamentação da Lei Rouanet

Célio Turino: “As artes, a cultura e o pensamento vão resistir e hão de vencer! Isso porque, diante de nós, estão abertos todos os caminhos do mundo”


23 de abril de 2019, 21h56

Cartas do Pai: “Salve-nos, Jorge!”

São Jorge, nos salve deste dragão, que é uma fera com os mais humildes e uma tchutchuca com os mais ricos


22 de abril de 2019, 10h52

PT discute o seu futuro

"O antipetismo é, por mais redundante que possa parecer, o maior desafio do PT nesse período histórico", aponta Edinho Silva, ex-ministro no governo Dilma e prefeito de Araraquara, interior de São Paulo, em artigo onde analisa os desafios do Partido dos Trabalhadores. "As vitórias ou derrotas de Bolsonaro dependerão também da capacidade da esquerda e dos movimentos sociais se aglutinarem na resistência à agenda de perdas dos direitos dos trabalhadores e de retrocessos democráticos, civis e civilizatórios", diz


22 de abril de 2019, 06h00

A noite dos generais

"Nenhuma instituição, por mais fechada e verticalizada, escapa aos dissensos e contradições da sociedade complexa em que está inserida. E, quanto mais fechada e verticalizada é uma organização, mais ela depende do perfil de seus chefes."