Opinião

  • Karl Marx, corrupção e o foro privilegiado

    Em novo artigo, Rodrigo Perez Oliveira diz que “a mensagem do golpe neoliberal é clara: o povo não sabe escolher seus representantes, não sabe escolher o modelo ideal para o desenvolvimento nacional”

  • Marx, o incendiário

    Marx incendiou a imaginação de gerações com uma aposta no projeto anticapitalista de uma transição consciente para uma sociedade em que seremos, socialmente, iguais; humanamente, diferentes e, totalmente, livres. Esse Marx, o incendiário, é imortal

  • Por que algumas tragédias nos ofendem tanto?

    O incêndio que gerou o desabamento é daqueles raros momentos em que as metáforas se encarnam, se tornam literais. A cidade está em ruínas, o país está desmoronando, os pobres estão sendo esmagados, o preço do aluguel é de matar. Na literalização da metáfora perdemos a capacidade de simbolizar, o acontecimento fica lá, maior do que nossa capacidade de dar significado a ele e as reações são as mais variadas

  • A visão “estadista” do Bispo Macedo

    “A visão estadista de Deus” é o título do primeiro capítulo do livro "Plano de Poder", de Edir Macedo. Em seu livro, Macedo faz de Deus gato e sapato. Talvez acredite que Deus é um babaca ambicioso que oscila entre mania de grandeza e mania de perseguição

  • Curitiba, Primeiro de Maio

    Todos os presentes defendiam a liberdade de Lula e o direito de ser candidato, ainda que muitos apoiem outras candidaturas. Um momento raro em que a generosidade de diversos partidos de esquerda se manifestou de forma eloquente

  • A destruição e o renascimento do Brasil

    Em sua coluna na Fórum, João Vicente Goulart analisa as notícias sobre a queda do investimento público no Brasil e resgata a essência do nacional-desenvolvimentismo defendido por seu pai, João Goulart. Leia

  • A inteligência política de José Dirceu

    Em novo artigo, Rodrigo Perez Oliveira analisa a mensagem transmitida por José Dirceu em sua última entrevista à Folha de S. Paulo: "Zé Dirceu, que de ingênuo nunca teve nada, sabe muito bem que o Estado brasileiro está completamente ocupado pelas forças do atraso". Leia

  • Netflix: questões de uma relação com a indústria cultural

    Em sua coluna, Cesar Castanha analisa as relações da Netflix com a indústria cultural. "Seus produtos são apostas político-econômicas e eles são sempre apresentados como destinados a um consumo mesmo descartável — a cada semana uma nova temporada para sua dedicada afeição"

  • O plano de poder do bispo Macedo

    Está em curso. Não fazem segredo. A Igreja Universal do Reino de Deus e a rede de comunicação ligada a ela têm na figura do Bispo Edir Macedo a sua maior referência. O fundador é incontestavelmente o líder máximo e vitalício. Então, importa saber o que ele pensa sobre a política.