Podemos chamar Bolsonaro de Genocida?

Programa Fórum Sindical (08/04) entrevista o advogado Normando Rodrigues que escreveu o "Manual para chamar de Genocida"

O Fórum Sindical de hoje (08/04) entrevista o advogado Normando Rodrigues que escreveu o “Manual para chamar de Genocida“, onde o autor recupera historicamente a criação do termo Genocida e o que caracteriza o genocídio, além de discutir se podemos ou não atribuir a Bolsonaro a alcunha de “Genocida”.

“A polêmica sobre a definição das vítimas vem do nascimento jurídico do genocídio, quando a URSS
se opôs à inclusão de grupos “sociopolíticos”, o que restringiu a descrição formal a “grupo nacional, étnico, racial ou religioso”. A “limpeza étnica” que a Covid-19 promove no Brasil, se enquadra. E quanto aos pobres?
“, questiona Rodrigues m seu manual.

Bolsonaro promoveu deliberadamente uma política que espalhou o contágio do coronavírus na população brasileira, não tomou qualquer medida orientada pela OMS, pelos cientistas, fez campanha contra o isolamento social, boicotou o uso de máscaras e boicotou a vacina e ao mesmo tempo faz propaganda diuturnamente da cloroquina, sem qualquer comprovação científica deste medicamento para tratamento precoce da covid-19. Como agravante deste quadro, a maioria das vítimas da covid-19 faz parte da população periférica, preta e pobre de nosso país.

Para debater o endurecimento do governo militar, sua face fascista convidamos também o policial antifascista Leonel Radde, eleito vereador em Porto Alegre nas eleições de 2020. Radde está sendo ameaçado de cassação por vereadores da extrema direita de Porto Alegre, que fazem parte de um grupo liderado por Doris Neumann, investigada por usar frase nazista contra o governador do Rio Grande do Sul.

O programa é ao vivo, às 20H no canal do Youtube da Fórum, assista:

Para baixar o manual, clique aqui

Avatar de Sindicato Popular

Sindicato Popular

O blog é uma parceria da Fórum com o Sindipetro-NF (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense). Traz artigos e análises de temas de interesse dos trabalhadores.