Imprensa livre e independente
10 de julho de 2019, 10h22

Pelas redes sociais, amigos lamentam morte de Paulo Henrique Amorim: “Muito triste”, tuita Glenn Greenwald

Nome do jornalista está, desde a manhã, entre os assuntos mais comentados do Twitter. Diversos amigos, políticos e artistas usaram as redes sociais para lamentar a morte e homenagear sua trajetória

Foto: Reprodução/Youtube
A morte do jornalista Paulo Henrique Amorim durante esta madrugada de terça-feira para quarta-feira (10), se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil com diversos jornalistas, políticos e artistas lamentando sua morte e homenageando sua trajetória. O nome do jornalista está, desde a manhã, entre os assuntos mais comentados do Twitter. Blog do Rovai: Paulo Henrique Amorim e o jornalismo que não se cala O jornalista Glenn Greenwald, editor do The Intercept Brasil, foi um dos que usou as redes para lamentar a partida do jornalista do Conversa Afiada. Muito triste. O último tweet de @ConversaAfiada – postado há...

A morte do jornalista Paulo Henrique Amorim durante esta madrugada de terça-feira para quarta-feira (10), se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil com diversos jornalistas, políticos e artistas lamentando sua morte e homenageando sua trajetória. O nome do jornalista está, desde a manhã, entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Blog do Rovai: Paulo Henrique Amorim e o jornalismo que não se cala

O jornalista Glenn Greenwald, editor do The Intercept Brasil, foi um dos que usou as redes para lamentar a partida do jornalista do Conversa Afiada.

O blogueiro Eduardo Guimarães, conduzido coercitivamente pelo ex-juiz Sérgio Moro, também prestou suas condolências e lamentou a perseguição que vivia PHA. “Morre Paulo Henrique Amorim. Como dona Marisa Letícia, vítima de perseguição política”, disse.

O ator José de Abreu também falou sobre a perseguição que vivia o jornalista: “mais uma morte na conta dos fascistas”.

Rosana Hermann foi outra jornalista que lembrou do episódio em que Amorim foi dispensado do Domingo Espetacular, da TV Record.

O blogueiro Chico Barney, do Uol, lembrou do jornalístico “Tudo a Ver”, comandado por Amorim e Janine Borba entre 2004 e 2006, e considerou o período como melhor formato do programa exibido na TV Record até 2014.

Diversas lideranças políticas também se manifestaram lamentando a perda.

Integrantes do Governo ainda não comentaram sobre a morte do jornalista, mas alguns seguidores de Jair Bolsonaro chegaram a comemorar o falecimento de PHA.

Veja também:  TCU já acredita que investigação sobre Glenn é um blefe para pressionar o jornalista

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum