A paranoia de Carlos Bolsonaro e a faca que roda do ex-jogador Júnior

Filho de Bolsonaro considerou provocação trecho de transmissão da Globo de jogo da seleção em que Júnior faz comentário sobre uma hipotética facada

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) parece ver problemas e conspirações em tudo. Desta vez, o filho do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) foi repreendido até mesmo por seus seguidores, após atribuir um comentário de futebol do ex-jogador Júnior na TV Globo à facada que seu pai levou em Juiz de Fora, durante as eleições de 2018.

No trecho do vídeo, durante o jogo da seleção brasileira de futebol masculino contra a Alemanha, pelas Olimpíadas de Tóquio, na última quinta-feira (22), o comentarista lembra do ensinamento de um técnico de futebol: “Quando você enfiar a faca, você roda. Para não deixar sobreviver o adversário”. 

O vereador ligou o fato à facada e lascou: “Inacreditável? Não! É daquele canal de tv aberta!”.

Nem mesmo os fieis seguidores bolsonaristas engoliram essa do Carlucho e o lembraram que o ex-craque usa desde sempre a frase.

“Carluxo, o maestro Junior fez uma referência ao antigo técnico dele que fala isso nos treinos para o time do Flamengo. Inclusive ele já dizia isso antes de toda essa polarização política”, disse um. 

 “Nessa eu vou discordar Carlos, o Junior usa essa frase há muitos anos, quem acompanha o futebol e mais específico ao Flamengo sabe! Foi uma triste e infeliz coincidência”, completou outro. 

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR