O que o brasileiro pensa?
14 de maio de 2020, 11h15

Bolsonarista ataca médica e seu neto com postagem sexista e homofóbica

“Não vou deixar isso quieto. Não quero dinheiro. Mas ele vai ter que se desculpar. Ele vai ter que ter trabalho de ir ao Fórum. Não vai ficar assim”, disse Maria Helena Jerônimo Pereira

O Bolsonarista Milton Pereira Alemão. Foto: Facebook

Por Lucas Vasques no Folha Santista

A médica Maria Helena Jerônimo Pereira, que trabalha na prefeitura de São Vicente, foi vítima de uma série de ofensas proferidas por um apoiador de Jair Bolsonaro, que se apresenta no Facebook como Milton Pereira Alemão. A postagem, de caráter sexista e homofóbico, atingiu, inclusive, o neto da médica de 4 anos.

Maria Helena, que não conhece o homem, disse que os comentários foram apagados. Ela contou que tudo começou na terça-feira (12), com uma conversa dela com um amigo de Facebook. Ele fez uma postagem contrária ao presidente.

“Foi sobre o caso da torcida do Corinthians, que impediu uma manifestação pró-Bolsonaro, na Avenida Paulista. Ele postou e veio muita gente falar mal, defendendo Bolsonaro. Eu só comentei assim: ‘Eu odeio Bolsonaro’. Veio outro cara e disse: ‘Me fala dos outros governos, o que eles fizeram de bom, porque deixaram uma conta muito alta e nossos netos vão ter que pagar essa conta’. Eu respondi que meu neto já não gosta do Bolsonaro”, relembrou a médica.

Maria Helena disse, então, que seria melhor parar por ali. “Ele foi educado e parou. Tudo normal. Na quarta-feira (13), fui entrar no Facebook e tinha esse cara falando tudo isso. Quando vi, fiquei supernervosa e pensei: que nojo”.

Questionada se pretende tomar alguma medida judicial contra o bolsonarista, ela disse: “Não vou deixar isso quieto. Não é por dinheiro. Não quero dinheiro, não quero nada. Mas ele vai ter que se desculpar. Ele vai ter que ter trabalho de ir ao Fórum. Não vai ficar assim”, acrescentou.

Veja a postagem de Milton Pereira Alemão:

“Por um acaso seu neto sabe enfiar um crucifixo no “C”. Por um acaso seu neto adora roubar as canetas dos amiguinhos, por um acaso seu neto enfia o dedinho na Batota da vovó! Você já ensinou seu netinho que o crime compensa, por um acaso, você já ensinou que no futuro, ele poderá casar com a mãe dele e fazer muito sexo e dar mais alguns filhos para ela e ele ser pai irmão!!! Por um acaso você está esperando ele ser um pouco maior para namorar um menino e depois namorar uma menina, para saber se ele gosta de sentar ou martelar!! Essas são as ideologias das pessoas que condenam o Bolsonaro!!! Há lembrei, você gosta de aranha ou cobra!! Tudo sempre moderno!!”.

O Folha Santista tentou contato com Milton Pereira Alemão, via mensagem de Facebook, mas até o fechamento desta matéria não havia obtido retorno.

A empresa Almasurf, do qual Alemão se diz colaborador, respondeu em nota nas suas redes sociais:

Nós da Almasurf temos uma extensa rede de colaboradores e o Milton Pereira é um entre tantos outros no mundo inteiro. A…

Publicado por Almasurf em Quinta-feira, 14 de maio de 2020

“Nós da Alma Surf, temos uma extensa rede de colaboradores free lancer, o Milton Pereira é um desses, dentre outros no mundo inteiro. A opinião dele não nos representa em nada. A Alma Surf, aliás, repudia e não aceita nenhum tipo de discriminação, ofensa e agressão, por questões ideológicas, sexuais ou de qualquer natureza. Estamos tomando as devidas providências, obrigado pelas informações.”



Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum