Bolsonaro tenta afrontar Edinho Silva com envio de alimentos para Araraquara e toma invertida nas redes

A cidade comandada pelo petista controlou a pandemia através do lockdown. A ação divulgada pelo presidente teve o apoio do Exército, ganhou nota na Agência Brasil, mas foi desmascarada nas redes

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) resolveu afrontar Edinho Silva, prefeito de Araraquara, de forma bem peculiar.

O presidente postou, às 4h35 da manhã desta quinta-feira (29), um vídeo com um comboio partindo do Ceagesp, em São Paulo, rumo a Araraquara, levando alimentos às vítimas da política, segundo ele, do “fique em casa que a economia a gente vê depois”.

A cidade de Araraquara foi uma das primeiras no Brasil a conseguir controlar a pandemia do coronavírus através de um amplo lockdown. A cidade virou exemplo mundial.

A ação divulgada por Bolsonaro teve o apoio do Comando Conjunto Sudeste do Exército e ganhou nota na Agência Brasil. No entanto, nem o prefeito e nem os vereadores da cidade solicitaram os alimentos, como admitiu o próprio coronel Mello Araújo, que comandava a operação. Veja abaixo:

Neste momento, em todo o Brasil há problemas de insegurança alimentar. O fato de ter escolhido Araraquara, uma cidade localizada na região central do estado mais rico da federação, é surpreendente e chamou a atenção dos internautas.

A estratégia bolsonarista tem recebido duras críticas nas redes sociais, sendo tratada como mais uma picuinha do presidente. Veja abaixo:

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.