#BolsonaroGenocida vai aos TTs após presidente autorizar suspensão de salários durante coronavírus

Internautas acusam o presidente de instituir o desemprego, fome e extermínio com MP publicada neste domingo (22)

A medida provisória (MP) publicada pelo presidente Jair Bolsonaro neste domingo (22), autorizando empresas a suspender o contrato de trabalho com funcionários por até quatro meses durante a pandemia do coronavírus, gerou grande descontentamento nas redes sociais.

Internautas passaram a acusar o presidente de promover o desemprego, fome e extermínio em massa ao flexibilizar leis trabalhistas em prol de empresários, prejudicando os trabalhadores. A hashtag #BolsonaroGenocida entrou para os trending topics do Twitter como forma de denunciar a MP.

Diversas personalidades da política e das artes comentaram sobre a medida do presidente. “Não deixaremos #BolsonaroGenocida massacrar o povo! O PSOL vai entrar agora com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no STF e pedir que o Presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, devolva essa #MPdaMorte que institui o desemprego em massa em plena pandemia”, escreveu a líder do PSOL na Câmara, a deputada Fernanda Melchionna.

“Bolsonaro se elegeu pregando o bem estar das famílias brasileiras. Mas em meio à pandemia de coronavírus, beneficia empresários tirando direitos dos trabalhadores. Como as famílias vão sobreviver desempregadas e com salário reduzido? #BolsonaroGenocida”, questionou a deputada Luizianne Lins (PT/CE).

Confira outras reações:

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR