Fórum Educação
08 de abril de 2020, 12h31

Carla Vilhena agradece Twitter por exclusão do perfil de pastor bolsonarista que a agrediu

Edivilson Santos tem vários perfis em redes sociais e se apresenta como “servo do Deus altíssimo”. Muitas de suas postagens defendem o presidente Jair Bolsonaro

Carla Vilhena e o pastor bolsonarista Edivilson Santos (Montagem)

A jornalista Carla Vilhena agradeceu o Twitter, na manhã desta quarta-feira (8), pela exclusão do perfil do pastor bolsonarista Edivilson Santos, que fez uma série de publicações agredindo a apresentadora na rede.

“Obrigada @Twitter, @verified, @TwitterBrasil por excluir da rede o pastor Edivilson Santos, autor de mensagem obscena contra mim. Edivilson usava um perfil se dizendo “estudante de medicina” para dar vazão às suas perversões. Obrigada tb a todos que denunciaram! E agora, @jocum?”, indagou a jornalista, marcando o movimento Jovens Com Uma Missão (Jocum).

Nesta segunda-feira (2), Carla pediu desculpas por compartilhar “algo tão nojento”, segundo ela, mas que até o momento sua denúncia não havia sido atendida pela rede social.

O agressor escreveu como resposta a ela: “Mete o dedo no cu e cheira sua inescrupulosa. Quer Ibope? Procura um motel e fica na porta sua jornazista do #VirusChines”.

Edivilson Santos tem vários perfis em redes sociais e se apresenta como “servo do Deus altíssimo”. Muitas de suas postagens defendem o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ). Em uma das últimas, ele divulgou o jejum nacional convocado por Bolsonaro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum