Redes Sociais

Carlos Bolsonaro ataca Moro após pesquisas: “timbre de voz que só seu tipo sabe fazer”

Filho do presidente sentiu a entrada do ex-juiz na campanha, que tira votos de seu pai, e acionou o “gabinete do ódio”

Compartilhar

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) sentiu. A entrada do ex-juiz Sérgio Moro no cenário eleitoral tira votos de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Não à toa, Carluxo acionou o seu “gabinete do ódio” e começou a investir contra o ex-aliado nas redes, sobretudo o seu salário de R$ 22 mil, pago por seu partido, o Podemos, do qual não é dirigente.

“Então surge o fundo partidário do bem e quando era juiz recebia auxílio moradia tendo domicílio no mesmo estado que trabalhava. E as diárias milionárias do seu time de quarto escuro? O silêncio é absoluto no reino animal! Imagine se fosse com outro?”, escreveu.

Além disso, o filho de Bolsonaro ainda fez piada com a voz de Moro: “’Faça a coisa certa sempre’, faça também a cara e o timbre de voz que só seu tipo sabe fazer…”.

Flávio Bolsonaro

O vereador não foi o único filho do presidente a fazer críticas a Moro. O senador Flávio Bolsonaro, chamou o ex-juiz de “traidor” em ato de filiação de Bolsonaro ao PL.

“Tem um ditado na política que fala o seguinte: a política pode até perdoar traição, mas não perdoa o traidor. E traidor é aquele que humilha uma mulher, que expõe publicamente uma pessoa pensando no poder porque o convidou para ser seu padrinho de casamento [referência à deputada Carla Zambelli]”, disse Flávio.

“A decepção vem na proporção inversa à admiração que as pessoas possuíam. Traidor é aquele que por ação ou omissão interfere na Polícia Federal”, emendou.

O vídeo com o discurso de Flávio – que também atacou Lula – viralizou nas redes sociais.

Pesquisa

A primeira pesquisa eleitoral sobre a presidência com a participação de Moro feita pelo Atlas Político, divulgada nesta terça-feira (30), mostra que Lula (PT) segue na liderança e ampliou sua vantagem com relação ao segundo colocado, que é Jair Bolsonaro (PL).

Segundo o levantamento, Lula, que na última pesquisa do instituto tinha 40,6% das intenções de voto, cresceu 2,2 pontos percentuais e chegou a 42,8%. Com a entrada de Moro no cenário, quem perdeu foi Bolsonaro: tinha 34,5% das intenções de voto e sofreu uma queda de 3 pontos percentuais, constando agora com 31,5%.

Este post foi modificado pela última vez em 1 dez 2021 - 08:45 08:45

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Por
Julinho Bittencourt

Última hora

  • Brasil

Justiça determina que Sara Giromini pague R$ 15 mil de indenização a antropóloga

Ex-bolsonarista tem duas semanas para acertar as contas com a acadêmica Débora Diniz, a quem…

23 jan 2022 - 22:54
  • Brasil

Entusiasta da violência policial, Eduardo Bolsonaro se indigna com abordagem a “atiradores”

Deputado de extrema direita é defensor incondicional das policiais e de ações violentas por parte…

23 jan 2022 - 22:27
  • Brasil

VÍDEO: PM bate no rosto de mulher em Porto Seguro (BA)

Policial agrediu jovem em público, mesmo sendo filmado, no sul da Bahia. Imagens geraram indignação…

23 jan 2022 - 21:37
  • Política

Recorde histórico: Bolsonaro repassou R$ 25,1 bilhões a parlamentares do Centrão em 2021

Para "governar", presidente extremista empenhou maior volume do Orçamento de todos os tempos para redutos…

23 jan 2022 - 20:48
  • Debates

Lula avança – Por Aloizio Mercadante

Conforme Lula consolida sua vitória e amplia a vantagem em todas as pesquisas, há um…

23 jan 2022 - 19:30
  • Cultura

25ª Mostra de Cinema de Tiradentes: Chico Diaz em berço esplêndido de criação – Por Filippo Pitanga

Repleta de filmes inéditos e exclusivos, de lançamento mundial, a ditar tendências e diálogos de…

23 jan 2022 - 19:16