Chef de cozinha André Rochadel revela que recusou proposta para cozinhar em almoço com Bolsonaro: “Neguei sem pestanejar”

O participante do MasterChef Profissionais disse que tem orgulho da atitude

Na última quinta-feira (8), dia em que Jair Bolsonaro participou de um jantar com empresários em São Paulo, o chef de cozinha André Rochadel resolveu compartilhar uma história sua que envolve o presidente.

Segundo o cozinheiro, que participou da edição de 2018 programa MasterChef Profissionais, em 2020 ele recebeu uma proposta para cozinhar em um evento que teria Bolsonaro e seu filho, Eduardo Bolsonaro, entre os presentes.

“Ano passado tive oportunidade de fazer um almoço para 10 que pagava super bem, mas entre os convidados, Bolsonaro e Bananinha. Neguei sem pestanejar”, revelou, adicionando ainda que tem “orgulho” de seu ato.

A postagem rapidamente ganhou repercussão nas redes sociais e, alguns internautas, em tom de piada, sugeriram Rochadel poderia ter “aproveitado” para “salvar o Brasil”. O chef, então, ironizou, fazendo referência a profissionais de saúde bolsonaristas: “É que ao contrário de muitos médicos eu uso o juramento de não usar minha profissão para fazer mal a terceiros”.

Após a repercussão de sua revelação, Rochadel esclareceu que, caso uma pessoa com quem ele diverge, como Bolsonaro, fosse comer em algum lugar em que chefia, ele atenderia como o faria com qualquer outro cliente, mas deixa claro que, no caso de eventos, tem o direito de recusar.

“Como esse tuíte bombou mais do que esperado, deixando coisas claras: até em piada não gosto que falem em maltratar a comida, levo isso a sério; se entrasse em um local onde chefio, receberia o melhor do meu trabalho, seja quem for; eventos eu me dou ao luxo de recusar sim”, declarou.

Confira.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.