Felipe Neto responde a ‘haters’ sobre ter usado robôs para vencer em jogo de xadrez

O blogueiro e empresário fez longa thread no Twitter onde explica o caso. Veja aqui

O blogueiro e empresário Felipe Neto tem sido alvo de ‘haters’ desde este sábado (27) por supostamente ter usado robôs para vencer jogo em uma plataforma de xadrez online. O blogueiro fez, na manhã de domingo, longa sequência no Twitter onde explica que nunca usou o “tal engine”.

Ele ainda lembrou: “o xadrez pra mim é um hobby, algo q eu amo fazer, mas não tenho absolutamente nada a ganhar com ele. Vencer ou perder partidas não me traz nada. Absolutamente nada”.

Veja abaixo:

“Bom, decidi explicar essa treta estúpida do xadrez. Conversei bastante por telefone com o Grande Mestre brasileiro Krikor Mekhitarian. Ele me mostrou q o melhor seria de fato contar o q aconteceu, msm q eu magoe algumas pessoas queridas. Então vamos lá…

Eu nunca usei essa tal engine. Eu não sei instalar coisas do tipo. Nunca usei robô, bot, seja o que for. O xadrez pra mim é um hobby, algo q eu amo fazer, mas não tenho absolutamente nada a ganhar com ele. Vencer ou perder partidas não me traz nada. Absolutamente nada.

Contudo, eu cometi um erro, mto mais por ingenuidade do q por má intenção. Um cara me convenceu q a melhor forma de aprender era jogar partidas compartilhando minha tela com ele. Ele, então, me orientava a cada jogada para ver qual seria o melhor movimento.

Ele não me dava o melhor movimento, mas me fazia chegar nele, refletindo, pensando junto, etc. Eu, sincera e honestamente do fundo do coração, achei q não era nada demais. Eu tava ali tentando aprender, não pra “roubar”. E isso aconteceu pouquíssimas vezes.

Aliás, diga-se de passagem, o próprio Krikor me falou q esse babaca q me deu essas “aulas” provavelmente entende sim mto de xadrez, mas usava bot pra saber o q me ensinar. Enfim, uma treta idiota e já cortei esse cidadão da minha vida.

Nunca pensei q essa técnica de aprendizado pudesse prejudicar alguém. Não vou me fazer de idiota, eu sabia q a pessoa contra quem eu jogava acabava ficando numa situação injusta, mas eu pensava “po, eu tô só refletindo pra chegar na melhor jogada, é estudo”. Não, foi errado.

Muitas das partidas realmente foram jogadas por mim sem aula, eu de fato melhorei bastante meu jogo, graças a muitas aulas. Inclusive a q postei aqui no Twitter não teve professor. Imagino q as q foram com professor foram entre 8 e 10.

Eu não falei antes por 2 motivos. Primeiro, pq qnd percebi o quão errado tinha sido, quis preservar meu professor oficial de xadrez, q não teve nada a ver com isso. Eu não quis envergonhá-lo e à sua esposa q eu gosto tanto. Usei uma técnica ilegal pra aprender, por ser BURRO

Segundo, eu fiquei com vergonha. Mano, eu nem sabia q o Chess guardava as partidas pros outros verem. Eu sou mto asno com essas coisas, até por isso podem ter ctz q nunca usei “robô”. Era skype e era “aula”. Eu achava q tava estudando e isso justificava.

Eu realmente amo xadrez e quero tentar ajudar a crescer o esporte no Brasil. Posso levar mtos mtos mtos jovens a se interessarem. Por isso, quero pedir perdão a todos, mas deixar claro q nunca quis “roubar”. Usei uma técnica imbecil de aula e não percebi o tamanho do erro.

Contudo, a violência da reação mais uma vez mostra até onde as pessoas vão pelo cancelamento. O ódio, ofensas, deboche, a presunção imediata de q eu usei robô pra “me beneficiar” em algo q eu literalmente não tenho nada a ganhar… Enfim, nada q eu não esteja acostumado.

A todos do xadrez: vcs têm minha garantia de q nunca usei propositadamente isso ‘para vencer’, apenas para aprender. E fui ingênuo por pura burrice. Errei e peço perdão, nunca mais vai acontecer.

O Clayson, q me defendeu com unhas e dentes, fez isso pq sabe q eu não sei usar cacete de bot nenhum. E por ter jogado comigo várias partidas, nenhuma com professor. Como falei, usei a tal “aula” pouquíssimas vezes.

Quero q fique registrado o quão constrangedor foi ver algumas pessoas, desde influenciadores até GMs do xadrez, tentando aproveitar isso pra ter 5 segundos de atenção. Cresçam. Eu tava tentando aprender. Tá cheio de mlq aí usando bot em jogo pra tirar onda.

Não tocarei de novo nesse assunto. Quem não quiser acreditar, sinceramente? Não mudará nada. Mas essa é a versão oficial do q aconteceu. Quis aprender mais rápido, usei algo ilegal por burrice, tomei ban e já criei outra conta. Vamos em frente, página virada.”

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.