Fotógrafo faz desabafo em vídeo após ter porta arrombada e casa invadida pela PM

Morador do morro Santa Marta faz relato emocionado abraçado à filha que chora: “a realidade de um morador de favela é essa”. Veja o vídeo aqui

O repórter fotográfico Tandy Firmino, morador do morro Santa Marta, no Rio de Janeiro, gravou um vídeo para denunciar a invasão de policiais na sua casa, na manhã desta segunda-feira (11). De acordo com Firmino, que fala abraçado à sua filha que chora, os policiais arrombaram a porta e ainda o criticaram por não ter ouvido eles baterem.

“Eu fui abordado agora pela manhã dentro da minha casa. Arrebentaram a porta da minha casa. A realidade de um morador de favela é essa: preto, pobre e favelado”, desabafa. Firmino aponta para os prejuízos e prossegue: “Tá aqui, olha, a minha porta toda arrebentada. Quem vai pagar o prejuízo agora? O Estado vai fazer isso? Além do susto, cara, isso é muito esculacho pra um morador, você tá entendendo? Eu trabalho tranquilamente, tenho o meu trabalho, tô de férias, eu fui abordado dentro de casa e sai como errado, como se eu não tivesse escutado”, afirmou.

Ao final ele diz que “infelizmente isso já virou rotina, a gente não tem nenhum tipo de direito, morador de favela. Chegam simplesmente e arrebentam a porta. E ainda me coloca como errado, como se eu tivesse errado porque eu não escutei. Eu tô em casa dormindo, eu tô de férias e ai vêm, abordam e arrebentam minha porta. Pô, isso é muito esculacho, você tá entendendo? E ainda perguntam o que que eu faço. Tô dentro de casa, não escutei nada. Essa é a realidade do morador de favela. A gente precisa ter direitos, não tem que ser dessa forma. Ser tratado como bandido dentro de casa”, afirma.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR