Marco Aurélio usa camisa polo enquanto colegas do STF usam toga em videoconferência

Ministro adotou um visual mais despojado no "home office"

Em razão do surto do novo coronavírus, o Supremo Tribunal Federal (STF) realizou uma sessão por videoconferência pela primeira vez nesta terça-feira (14). A participação do ministro Marco Aurélio Mello chamou atenção nas redes.

Quatro dos cinco ministros da Primeira Turma apareceram no vídeo trajados com a tradicional toga enquanto Marco Aurélio Mello decidiu abandonar o “código de vestimenta” do Supremo e usar camisa polo.

“Julgo da residência, não do Tribunal”, teria dita o ministro segundo Alexandre Freire, assessor especial da Presidência do STF.

“Os Ministro da 1a Turma do STF hoje participaram da primeira sessão por videoconferência. Os ministros estão com as respectivas togas, salvo o Ministro Marco Aurélio, que julga de camisa polo”, escreveu ainda.

Pelas redes sociais, alguns usuários ironizaram o “conforto” do ministro, que com frequência cobre respeito à “liturgia” no plenário, principalmente quando um advogado troca o “Vossa Excelência” pelo “você”.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.