Perfis com nome de Decotelli causam confusão nas redes sociais

Até o momento, nenhuma conta foi anunciada como a oficial do novo ministro da Educação

Com o anúncio do novo ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, diversas contas no Twitter passar a “reivindicar” o posto de conta oficial de novo chefe do MEC. Uma das mais polêmicas foi criada em fevereiro de 2020 e promoveu ataques a opositores.

Com 17 mil seguidores, o perfil com maior projeção é @decotelli1. A conta, que parece ter funcionado como um robô contra adversários políticos antes de mudar para o novo ministro.

A primeira publicação da conta é um retuíte de uma mensagem da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), que diz: “Bora subir, robozada? #PanelacoContraAEsquerda, HOJE, 18/3, às 21h!”. O perfil traz diversos ataques a figuras como o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, o ator Bruno Gagliasso, o líder do MTST, Guilherme Boulos, e o ex-ministro Sérgio Moro. Em um dos tuítes, o perfil chama Allan dos Santos, investigado no inquérito das Fake News, de “guerreiro”.

@decotelli1 publicou nesta quinta-feira uma mensagem de agradecimento como se fosse o ministro. Ele exalta o ex-chefe do MEC, Abraham Weintraub, e fala que “a esquerda destruiu a Educação”. A conta foi seguida por perfil jornalísticos.

Os ataques promovidos pelo perfil ganharam repercussão nas redes, como se tivessem sido realizados pelo ministro.

Em seguida, apareceu @carlosdecoteIIi (com 2 “i” ao invés de “l”). A conta publicou as mesmas mensagens da @decotelli1 e foi seguida por jornalistas, mas não guarda o registro dos ataques a opositores do presidente.

Outra conta que disse ser o ministro foi @ProfDecotelli. “Qualquer outro perfil que esteja circulando com meu nome, é falso. Estou entrando em contanto com o Twitter para que meu perfil seja verificado e que remova as contas falsas”, disse o perfil.

Outra conta que apareceu foi @ADecotelli. O perfil traz um agradecimento e diz também que está “tentando junto ao Twitter a verificação da conta do Ministro Carlos Decotelli já que o programa de verificação de conta da rede está suspenso”.

Na realidade, o Twitter atende a demandas de autoridades públicas sem precisar do processo de verificação antigo. Nenhum perfil, até o momento, foi registrado como o verdadeiro e nem anunciado pelo governo como canal oficial do ministro.

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e latino-americanista convicto, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum América Latina

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR