Seguidores de Allan dos Santos defendem assassinato de Moraes e Barroso

Moraes decretou prisão preventiva do blogueiro bolsonarista; a ameaça ocorreu em conversa no grupo do Terça Livre no Telegram

De acordo com denúncia feita pelo youtuber Thiago dos Reis, do canal Plantão Brasil, seguidores do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, que teve sua prisão preventiva decretada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), defenderam o assassinato do ministro Alexandre de Moraes, autor da decisão, e do ministro Luís Roberto Barroso.

Reis afirma que a ameaça ocorreu em conversa no grupo do Terça Livre no Telegram. 

“Bora fazer uma vakinha pra contratar um maluco pra matar o Alexandre de o Barroso”, sugere um internauta identificado como Breno Henrique. 

Outro internauta identificado como Lenno também fez denúncia parecida. Veja abaixo:

Difusão vermelha da Interpol

Allan dos Santos afirmou em vídeo que só irá se entregar quando a Interpol acatar seu pedido de prisão. Ele disse ainda que usará todos os seus direitos nos EUA e se definiu como “imigrante”.

Allan dos Santos é investigado no STF em dois inquéritos: o que apura a divulgação de fake news e ataques a integrantes da Corte e também no que identificou a atuação de uma milícia digital que trabalha contra a democracia e as instituições no país.

Moraes ordenou que a Polícia Federal inclua o mandado de prisão na lista da Difusão Vermelha da Interpol e acionou a embaixada dos Estados Unidos. A decisão do ministro atende a um pedido da Polícia Federal. A Procuradoria-Geral da República se manifestou contra a prisão.

A lista de difusão vermelha funciona como um alerta para que os aproximadamente 190 países-membros da instituição saibam que há mandados de prisão pendentes contra criminosos procurados em seus países de origem, permitindo que sejam presos e extraditados.

Publicidade

De acordo com a PF, sob o “pretexto de atuar como jornalista”, Allan organizou um movimento forte de atuação nas redes sociais que tem como integrantes militantes digitais e parlamentares bolsonaristas, cujo objetivo é publicar, financiar e distribuir conteúdo político visa desestabilizar as instituições democráticas.

A ordem de prisão cita o vínculo do blogueiro de extrema-direita com um extremista norte-americano que invadiu o Capitólio dos EUA em janeiro deste ano, numa tentativa de impedir a ratificação da vitória do democrata Joe Biden. A ação dos radicais de direita resultou em cinco mortes.

Publicidade

Segundo um relatório da Polícia Federal que investigou Allan dos Santos, atualmente vivendo nos EUA para fugir do cerco imposto pela Justiça brasileira por suas atividades alegadamente criminosas que dão sustentação à base extremista de Bolsonaro nas redes, o blogueiro mantém proximidade com Jonathon Owen Shroyer, um cidadão estadunidense que está sendo processado no Judiciário de seu país por ter participado da invasão ao Capitólio. Allan teria usado até o canal no YouTube do extremista estrangeiro para fazer suas transmissões voltadas ao público ultrarreacionário do presidente brasileiro.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR