Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
12 de fevereiro de 2020, 23h25

YouTuber que criou o “desafio da rasteira” foi candidato a deputado e apoiou Bolsonaro

"Parece engraçado, mas vocês sabiam que eu poderia ter perdido a minha mãe para essa brincadeira?", disse o YouTuber após tirar vídeo do ar

O YouTuber Robson Calabianqui, que tem mais de 2 milhões de seguidores em seu canal de YouTube, reproduziu no início da semana em suas redes uma “brincadeira” que viralizou e saiu de controle: o “desafio da rasteira“. No vídeo, que já tirado do ar, ele e o irmão, os “irmãos Fuinha” aplicam em sua mãe (!) o golpe. Enfileirados lado a lado, cada um pula de uma vez, e quando quem estiver nomeio do meio está no ar, recebe uma rasteira dupla, e, é claro, caindo de costas no chão.

A “brincadeira” viralizou e começou a ser reproduzida por crianças e adolescentes. O perigo desse “desafio” é bater a cabeça no chão, o que é quase inevitável, e há perigo de traumatismo craniano.

Calabianqui foi candidato a deputado federal em São Paulo pelo Patriotas em 2018 como “Fiunha” em vez de “Fuinha”, teve 1.589 votos e não foi eleito. O YouTuber, depois de críticas dos usuários, retirou o vídeo do ar e pediu desculpas em suas redes sociais. “Parece engraçado, mas vocês sabiam que eu poderia ter perdido a minha mãe para essa brincadeira? Eu tô muito arrependido de ter postado esse vídeo, eu nunca imaginei que ele seria um viral dessa proporção. Era para ser só mais um meio de entretenimento na internet”.

Ele continua: “Como influenciador eu errei, como humorista eu falhei. Peço desculpas a todos vocês.”

Irresponsável demais. Pedir desculpas é fácil, difícil vai ser se mais algum jovem se ferir ou ferir alguém com essa brincadeira idiota.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum