Imprensa livre e independente
03 de julho de 2019, 22h13

Relator da Previdência muda novamente e retira menção a servidores municipais e estaduais da proposta

O tucano Samuel Moreira busca atender demandas e conseguir chegar a acordo; oposição tenta obstruir e votação só deve ocorrer nesta quinta-feira (4)

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
O deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), relator da reforma da Previdência, entregou, na noite desta quarta-feira (3), a terceira versão do seu parecer com pequenos ajustes em alguns pontos do texto para atender demanda de partidos e conseguir acordo para a votação da matéria. No entanto, a oposição tenta obstruir a votação e a tendência é que o texto seja votado somente nesta quinta-feira (4). Parlamentares da oposição alegam que não houve “tempo mínimo” para a leitura da nova versão do texto. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo. As alterações não...

O deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), relator da reforma da Previdência, entregou, na noite desta quarta-feira (3), a terceira versão do seu parecer com pequenos ajustes em alguns pontos do texto para atender demanda de partidos e conseguir acordo para a votação da matéria.

No entanto, a oposição tenta obstruir a votação e a tendência é que o texto seja votado somente nesta quinta-feira (4). Parlamentares da oposição alegam que não houve “tempo mínimo” para a leitura da nova versão do texto.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

As alterações não mudam significativamente o conteúdo e foram negociadas entre Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, e o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

O principal ponto negociado, uma regra de transição mais branda para agentes de segurança pública, não foi aceito pelas categorias e ficou de fora do novo parecer.

De acordo com Marcelo Ramos (PL-AM), presidente da comissão, uma das alterações principais exigidas por parlamentares era a retirada do texto de menções a servidores estaduais e municipais.

Veja também:  Vaza Jato: Barroso, do STF, marcou coquetel com Moro e Dallagnol e pediu "máxima discrição"

Houve uma articulação por parre de Maia para que as mudanças nas regras de aposentadoria valessem também para estados e municípios. No entanto, as negociações não evoluíram.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum