Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de outubro de 2011, 17h48

Virtude cardeal

editorial de Dezembro

Por

 

“Luto pelos direitos humanos, escrevo artigos, rezo. Tenho esperanças e sonhos.” Foi assim que dom Pedro Casaldáliga definiu o seu dia-a-dia, um cotidiano que remonta toda uma trajetória voltada para aqueles que têm sede de justiça, como ele, mas não possuem meios para transformar sua realidade.
Foi um dos fundadores da Comissão Pastoral da Terra e do Conselho Indigenista Missionário e, por conta disso, em diversas ocasiões teve sua vida ameaçada. Por fazendeiros, pistoleiros e até mesmo por gente que deveria ser “da lei”. A cúpula de sua Igreja também o ameaçou. O Vaticano não engoliu a recusa em visitar o papa João Paulo II, obrigação que os bispos têm de cinco em cinco anos. A explicação para a recusa foi singela: o fato de que existiam pessoas que precisavam muito mais da sua presença do que o pontífice.
E é um pouco dessas atitudes e dessa postura que esta edição de Fórum tenta trazer para o leitor. Próximo de completar 80 anos de idade, Casaldáliga mostra-se incansável em levar adiante os ideais que nortearam sua existência. Uma inspiração propícia para esta época, e inspiradora para seguir no ano que vai começar, na luta contra a desigualdade e pela justiça social. O sonho no qual Casaldáliga e tantos outros que acreditaram e acreditam no princípio fundamental do Fórum Social Mundial: a construção de um outro mundo possível.
Para terminar, mais uma reflexão de dom Pedro Casaldáliga: “O capitalismo é um pecado capital. O socialismo pode ser uma virtude cardeal: somos irmãos e irmãs, a terra é para todos e, como repetia Jesus de Nazaré, não se pode servir a dois senhores, e o outro senhor é precisamente o capital. Quando o capital é neoliberal, de lucro onímodo, de mercado total, de exclusão de imensas maiorias, então o pecado capital é abertamente mortal”.
Bom 2008, leitor de Fórum.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags