Imprensa livre e independente
25 de outubro de 2018, 18h01

Ricúpero anuncia voto em Haddad: “Propostas de Bolsonaro podem deixar o Brasil desprezado”

Para o ex-ministro, uma das razões que mais pesaram em sua decisão foi o respeito da Plataforma de Haddad no que se refere aos temas ligados ao meio ambiente

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil Um dos diplomatas mais experientes do Brasil e referência dentro do PSDB, o jurista e ex-ministro da Fazenda e do Meio Ambiente, Rubens Ricupero, afirmou que jamais votou no PT. No entanto, declarou que, dessa vez, vai votar em Fernando Haddad, pois, para ele, as propostas de Jair Bolsonaro (PSL) podem “deixar o Brasil mais pobre, isolado e desprezado”, em relação à comunidade internacional. As informações são de Daniela Chiaretti, do Valor Econômico. Para Ricúpero, uma das razões que mais pesaram em sua decisão foi o respeito da Plataforma de Haddad no que se refere aos temas...

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Um dos diplomatas mais experientes do Brasil e referência dentro do PSDB, o jurista e ex-ministro da Fazenda e do Meio Ambiente, Rubens Ricupero, afirmou que jamais votou no PT. No entanto, declarou que, dessa vez, vai votar em Fernando Haddad, pois, para ele, as propostas de Jair Bolsonaro (PSL) podem “deixar o Brasil mais pobre, isolado e desprezado”, em relação à comunidade internacional. As informações são de Daniela Chiaretti, do Valor Econômico.

Para Ricúpero, uma das razões que mais pesaram em sua decisão foi o respeito da Plataforma de Haddad no que se refere aos temas ligados ao meio ambiente. Segundo sua avaliação, as propostas de Bolsonaro (PSL) podem “deixar o Brasil mais pobre, isolado e desprezado” junto à comunidade internacional.

Para mim, é critério eliminatório qualquer candidato que revele desconhecimento da questão ambiental ou má vontade. Nunca votei no PT. Não vou votar no PT, mas no Haddad, porque tem uma plataforma ambiental que aplaudo. Na outra há sinais inequívocos de que se trata de candidatura que tende a ser hostil ao tema”, disse Ricupero.

Veja também:  Porta-voz diz que governo tem pronta carta de apresentação de Eduardo Bolsonaro aos EUA

Na avaliação de Ricúpero, a proposta de Bolsonaro para fundir os ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente é “absurda” e “inquietante”.

“São absurdas (as propostas). Nem os EUA, que têm hoje posição hostil ao ambiente, acabaram com a agência ambiental do país. É inquietante. Como o MMA trata de muitas coisas, querer valorizar a dimensão da agricultura apontava claramente para o desmatamento. Só não se dizia isso com todas as letras”. Meio ambiente deveria integrar todo o pensamento do governo sobre desenvolvimento. Como não se faz isso porque é difícil, a segunda melhor opção é ter um ministério. Eliminá-lo teria consequências graves”, destaca.

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum