Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

24 de abril de 2019, 17h56

Rodrigo Maia nega seguir com pedido de impeachment contra Mourão

Feliciano pediu o impeachment de Mourão por acusá-lo de “conduta indecorosa” e de “conspirar” para conseguir o cargo do presidente Jair Bolsonaro

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Não foi desta vez. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou na tarde desta quarta-feira (24) seguir com a denúncia apresentada pelo deputado Pr. Marco Feliciano (Pode-SP) contra o vice-presidente da República, Hamilton Mourão.

Feliciano pediu o impeachment de Mourão acusando-o de “conduta indecorosa, desonrosa e indigna” e de “conspirar” para conseguir o cargo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Nos últimos dias o filho do presidente, Carlos Bolsonaro, vem atacando o vice-presidente em suas redes sociais, sugerindo que Mourão pretende puxar o tapete de Bolsonaro.

Maia disse nesta quarta que a denúncia é “inadmissível” e tem “propósito acusador”, por se tratar de condutas não referentes ao exercício do cargo.

 

Veja também:  MEC publica nota sobre cobrança de mensalidade nas universidades públicas, apaga e se retrata

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum