Imprensa livre e independente
25 de fevereiro de 2019, 10h45

Roma leva Oscar de melhor filme estrangeiro, o primeiro do México

"Agradeço à Academia por reconhecer um filme que trata de uma mulher indígena, e uma das 70 milhões de empregadas domésticas sem direitos trabalhistas. Uma personagem historicamente sempre deixada para trás ", disse o diretor Alfonso Cuarón

O longa Roma levou três premiações no Oscar de 2019 – Fotografia, Filme Estrangeiro e Diretor -, na noite deste domingo (24). Foi a primeira vez que o México ganhou um Oscar. “Eu cresci vendo filmes em língua estrangeira… Como ‘Cidadão Kane’, ‘Turabão’ e ‘O poderoso chefão'”, comentou o diretor mexicano Alfonso Cuarón. “Agradeço à Academia por reconhecer um filme que trata de uma mulher indígena, e uma das 70 milhões de empregadas domésticas sem direitos trabalhistas. Uma personagem historicamente sempre deixada para trás “, completou. O ator mexicano Gael Garcia Bernal parabenizou o prêmio. “Ganhamos todos”, disse ele, que...

O longa Roma levou três premiações no Oscar de 2019 – Fotografia, Filme Estrangeiro e Diretor -, na noite deste domingo (24). Foi a primeira vez que o México ganhou um Oscar.

“Eu cresci vendo filmes em língua estrangeira… Como ‘Cidadão Kane’, ‘Turabão’ e ‘O poderoso chefão'”, comentou o diretor mexicano Alfonso Cuarón.

“Agradeço à Academia por reconhecer um filme que trata de uma mulher indígena, e uma das 70 milhões de empregadas domésticas sem direitos trabalhistas. Uma personagem historicamente sempre deixada para trás “, completou.

O ator mexicano Gael Garcia Bernal parabenizou o prêmio. “Ganhamos todos”, disse ele, que sugeriu que a categoria Filme Estrangeiro deveria mudar de nome.

Destaques do Oscar

Bohemian Rhapsody ficou como o longa mais premiado, com quatro estatuetas, inclusive, a de melhor ator para Rami Malek, que interpretou Freddie Mercury. Aliás, um show do Queen abriu a cerimônia, com os veteranos Brian May e Roger Taylor, ao lado do vocalista Adam Lambert. Eles canaram dois sucessos da banda: “We Will Rock You” e “We Are the Champions”.

Veja também:  Diplomata, Marcelo Calero dispara contra fala de Bolsonaro sobre embaixadores brasileiros

Green Book, dirigido por Peter Farrelly, que partira com seis indicações, acabou faturando três estatuetas: melhor argumento original, melhor ator secundário (Mahershala Ali) e melhor filme.

A favorita ganhou um Oscar para o desempenho da atriz britânica Olivia Colman, como protagonista.

Lady Gaga levou por Melhor Canção com Shallow, a única estatueta de Nasce uma estrela.

Pantera Negra levou 3 prêmios técnicos: trilha sonora, figurino (o 1º para profissional negro) e direção de arte (1º para uma mulher negra)

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum