Imprensa livre e independente
14 de junho de 2019, 08h42

Santos Cruz teria chamado Bolsonaro de “imbecil” e aprovado “solução Mourão”

Críticas foram mostradas para Bolsonaro, que ficou irritado, mas teria sido convencido a levar Santos Cruz na viagem a Dallas para amenizar a relação

Santos Cruz na comitiva de Bolsonaro durante viagem a Dallas (Foto: Marcos Côrrea/PR)
Acuado com a artilharia olavista, comandada por Carlos Bolsonaro (PSC/RJ), o agora ex-ministro da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, demonstrou seu descontentamento há cerca de um mês em uma conversa de aplicativo, que foi mostrada a Jair Bolsonaro. No texto, Santos Cruz chama Bolsonaro de “imbecil” e diz que aprovaria a “solução Mourão”, indicando apoiar um motim contra o presidente para colocar o vice, o general Hamilton Mourão (PRTB) no poder. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo Confrontando com o texto à época, Bolsonaro teria ficado muito irritado,...

Acuado com a artilharia olavista, comandada por Carlos Bolsonaro (PSC/RJ), o agora ex-ministro da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, demonstrou seu descontentamento há cerca de um mês em uma conversa de aplicativo, que foi mostrada a Jair Bolsonaro.

No texto, Santos Cruz chama Bolsonaro de “imbecil” e diz que aprovaria a “solução Mourão”, indicando apoiar um motim contra o presidente para colocar o vice, o general Hamilton Mourão (PRTB) no poder.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Confrontando com o texto à época, Bolsonaro teria ficado muito irritado, mas teria sido convencido pelo ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, a levar Santos Cruz na viagem a Dallas, nos Estados Unidos, para amenizar a relação.

Durante a viagem, feita exclusivamente para Bolsonaro receber uma homenagem, os dois andaram pela cidade acompanhados de uma comitiva – juntamente com o general Heleno.

Há um mês, após passar o dia sob ataques nas redes sociais — a hashtag #ForaSantosCruz se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter —, Santos Cruz se reuniu com Bolsonaro. Na conversa no Palácio da Alvorada, o ministro teria argumentado que não se tratava de um ato espontâneo , mas que era alvo de uma ação coordenada, com a participação dos filhos do presidente, o chefe da Secretaria de Comunicação, Fábio Wajngarten, e assessores ligados a Olavo de Carvalho.

Veja também:  No Itamaraty, Eduardo Bolsonaro discute Foro de São Paulo com Ernesto Araújo

Com informações do jornal O Globo

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum