LIPOASPIRAÇÃO

Luana Andrade: apesar das mortes, cada vez mais gente faz lipoaspiração no Brasil

Ela era empresária, modelo e influenciadora; desde abril deste ano, integrava a equipe do programa Domingo Legal; números de procedimentos crescem em todo o mundo

Luana Andrade.Créditos: Instagram
Escrito en SAÚDE el

Apesar das mortes em consequência do procedimento, o Brasil lidera o ranking mundial de lipoaspirações. Só em 2022 foram feitas cerca de 275 mil. Vários médicos alertam que este tipo de tratamento pode trazer complicações e até levar à morte. Este, por exemplo, foi o caso da modelo Luana Andrade, assistente de palco do "Domingo Legal".

Segundo a Sociedade Internacional de Estética e Cirurgia Plástica, a lipoaspiração é o procedimento cirúrgico mais realizado no mundo. Só no ano passado, foram realizadas mais de dois milhões de lipoaspirações em todo o planeta, um aumento de 21% na comparação com o ano anterior. E o Brasil está na frente, com mais de 275 mil lipos em 2022.

O cirurgião plástico e professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Fabio Nahas, afirmou em entrevista ao SBT News que todo procedimento estético traz benefícios aos pacientes, mas os riscos devem ser calculados:

"Melhora a qualidade de vida, a autoestima, a autoimagem e até a função sexual desse paciente", diz. "Os riscos de uma cirurgia plástica estética são baixos, mas não são zero. Temos que fazer uma série de exames pré-operatórios, temos que fazer em locais que sejam bem adequados, hospitais que tenham uma UTI."

Nahas disse ainda que existem limites para a retirada de gordura do corpo, e que, quanto mais procedimentos forem realizados de uma só vez, maior a chance de algo sair do controle. "Limitar o tempo é muito importante. Qual que é esse tempo? Ainda não conseguimos definir. Mas empiricamente, 6 horas de cirurgia, no máximo 7 horas, não passar muito disso."

Quatro paradas cardiorrespiratórias

Marcos Moraes, empresário de Luana Andrade, afirmou que ela foi realizar lipoaspiração, uma cirurgia plástica para retirar gordura e sofreu quatro paradas cardíacas devido ao procedimento. "Ela internou para fazer uma lipo. Estava tudo bem, com um dos profissionais mais conceituados do mercado, e aí aconteceu essa fatalidade”, contou o empresário ao site Metrópoles. “Ela veio a ter a parada cardíaca no meio do procedimento. Ela teve a primeira e reanimaram. Teve a segunda, ficou tudo bem. Teve a terceira, ficou tudo bem. E teve a quarta, que foi na madrugada”, complementa Moraes. 

A influenciadora realizou a cirurgia no Hospital São Luiz de Itaim, em São Paulo, nesta segunda-feira (6). A última parada cardíaca aconteceu na madrugada desta terça, às 4h30 da manhã, segundo o empresário. 

Moraes também frisou que a situação foi uma fatalidade e que não houve erro médico. “A equipe foi maravilhosa. Não teve erro médico, foi uma fatalidade. Ela tinha feito os exames pré-operatórios, não tinha nada errado”, afirmou.

O namorado de Luana, João Hadad, que participou com ela no reality Power Couple Brasil 6, em 2022, na Record TV, acompanhou todos os acontecimentos. “Ela tinha acabado de se mudar para Vitória com o João. Estava feliz, contratada pelo Domingo Legal. João estava com ela o tempo todo, a viu depois de todas as paradas cardíacas”.