Imprensa livre e independente
17 de junho de 2019, 06h37

Sob o comando de Marco Feliciano, bancada evangélica diz que blindará Moro incondicionalmente

"Ele está blindado por nós”, disse Feliciano que participou de um encontro de cerca de 30 parlamentares evangélicos com Moro na quarta-feira. "“Fizemos uma oração e abençoamos a vida dele"

Sergio Moro com Marco Feliciano e parte da bancada evangélica (Divulgação)
Após reatar as relações e se tornar novamente braço direito de Jair Bolsonaro, o deputado pastor Marco Feliciano (Podemos/SP) assumiu uma nova missão frente à bancada evangélica no Congresso: blindar incondicionalmente o ministro da Justiça, Sergio Moro, que segundo a mãe seria “católico praticante”. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo “Ele está blindado por nós”, disse Feliciano que participou de um encontro de cerca de 30 parlamentares evangélicos com Moro na quarta-feira. ““Fizemos uma oração e abençoamos a vida dele”, disse a Mônica Bergamo, na edição desta segunda-feira (17)...

Após reatar as relações e se tornar novamente braço direito de Jair Bolsonaro, o deputado pastor Marco Feliciano (Podemos/SP) assumiu uma nova missão frente à bancada evangélica no Congresso: blindar incondicionalmente o ministro da Justiça, Sergio Moro, que segundo a mãe seria “católico praticante”.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Ele está blindado por nós”, disse Feliciano que participou de um encontro de cerca de 30 parlamentares evangélicos com Moro na quarta-feira. ““Fizemos uma oração e abençoamos a vida dele”, disse a Mônica Bergamo, na edição desta segunda-feira (17) da Folha de S.Paulo.

Leia também
Fórum Entrevista: Igrejas tornaram-se lavanderias para o dinheiro das milícias, diz Jacqueline Muniz

Feliciano viajou com Bolsonaro e Moro para Belém na quinta (13), onde participaram da celebração dos 108 anos da Assembleia de Deus no Brasil.

Veja também:  Coordenador da Lava-Jato na PGR deixa posto em protesto contra "lentidão" de Raquel Dodge

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum