Imprensa livre e independente
04 de setembro de 2008, 11h15

STF debate aborto de anencéfalos pelo terceiro dia

Começou na manhã desta quinta-feira, no STF (Supremo Tribunal Federal), o terceiro dia de audiência pública sobre o aborto de fetos anencéfalos. O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, é o primeiro a falar hoje.

Começou na manhã desta quinta-feira, no STF (Supremo Tribunal Federal), o terceiro dia de audiência pública sobre o aborto de fetos anencéfalos. O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, é o primeiro a falar hoje. Por Redação Os STF começou a ouvir os dois lados do caso no dia 26. Na audiência, representantes de diversas entidades travaram um debate centrado principalmente em argumentos religiosos e científicos. O médico Rodolfo Nunes, representante da Sociedade Pró-Vida, afirmou que o fato de as crianças com anencefalia conseguirem respirar e interagir com os pais indica que há vida e, portanto, o aborto seria um...

Começou na manhã desta quinta-feira, no STF (Supremo Tribunal Federal), o terceiro dia de audiência pública sobre o aborto de fetos anencéfalos. O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, é o primeiro a falar hoje.

Por Redação

Os STF começou a ouvir os dois lados do caso no dia 26. Na audiência, representantes de diversas entidades travaram um debate centrado principalmente em argumentos religiosos e científicos. O médico Rodolfo Nunes, representante da Sociedade Pró-Vida, afirmou que o fato de as crianças com anencefalia conseguirem respirar e interagir com os pais indica que há vida e, portanto, o aborto seria um crime.

(Com informações de agências)

Veja também:  Após decisão de Toffoli, MP-RJ pede permissão para continuar investigação no caso Queiroz/Coaf

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum

#tags