Imprensa livre e independente
17 de junho de 2019, 16h03

Substituta de Moro, Gabriela Hardt se antecipa e diz que vai processar quem divulgar suas mensagens

Antes mesmo de ter qualquer conversa sua divulgada no Vaza Jato, a juíza federal Gabriela Hardt disse que, caso haja algum material seu divulgado, vai processar criminalmente os responsáveis; Hardt pretende usar lei que defesa de Lula se embasou para pedir afastamento de Moro do processo do triplex

Gabriela Hardt e Sergio Moro (Montagem/Reprodução Youtube/Agência Brasil)
Antes mesmo de ter qualquer conversa sua divulgada, a juíza federal Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro nos casos da Lava Jato, se antecipou e disse que, caso haja algum material seu divulgado, vai processar criminalmente os responsáveis. Hardt pretende usar lei que defesa de Lula se embasou para pedir afastamento de Moro do processo do triplex. Segundo Robson Bonin, da coluna Radar da Veja, a magistrada já tem comentado com colegas que irá processar quem divulgar conversas suas obtidas ilegalmente com base na lei 9.296/96 que trata das interceptações. O Artigo 10 dessa lei diz que “constitui crime realizar interceptação de comunicações...

Antes mesmo de ter qualquer conversa sua divulgada, a juíza federal Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro nos casos da Lava Jato, se antecipou e disse que, caso haja algum material seu divulgado, vai processar criminalmente os responsáveis. Hardt pretende usar lei que defesa de Lula se embasou para pedir afastamento de Moro do processo do triplex.

Segundo Robson Bonin, da coluna Radar da Veja, a magistrada já tem comentado com colegas que irá processar quem divulgar conversas suas obtidas ilegalmente com base na lei 9.296/96 que trata das interceptações.

O Artigo 10 dessa lei diz que “constitui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, ou quebrar segredo de justiça, sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei”. A defesa de Lula utilizou o mesmo artigo para pedir o afastamento de Moro do caso Lula por grampos ilegais contra o ex-presidente e seus advogados.

Na sexta-feira (14), o jornalista Ricardo Noblat, do O Globo, destacou que o maior perigo para Moro seria o vazamento de conversas com sua sucessora, que já foi acusada de ter copiado e colado sentença dada por Moro contra Lula em outro processo, e com Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), que condenou Lula em segunda instância.

 

Veja também:  No Dia do Rock, Suplicy faz live do show do Supla; relembre momentos do político mais rock'n'roll do Brasil

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum