Imprensa livre e independente
18 de junho de 2019, 15h37

Substituto de Levy no BNDES é ex-vizinho e amigo dos filhos de Bolsonaro

Gustavo Montezano tem passagem pelo BTG Pactual, onde criou vínculo profissional com Paulo Guedes, mas no âmbito pessoal sua relação é com a família Bolsonaro, de quem foi vizinho e amigo dos filhos presidenciais na década de 1990

(Agência Brasil/Arquivo)
Nesta terça-feira (18) o Ministério da Economia anunciou o nome do novo presidente do BNDES, que substituirá Joaquim Levy, demitido por “ser ligado às administrações petistas”. Se trata de Gustavo Montezano, profissional com passagem pelo BTG Pactual, mesmo banco onde trabalhou o ministro Paulo Guedes. Profissionalmente, o engenheiro também é ligado ao secretário de Desestatização, Salim Mattar. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo Porém, no âmbito pessoal, sua ligação é com a própria família Bolsonaro. Na década de 1990, os pais de Montezano moravam no mesmo prédio dos Bolsonaro,...

Nesta terça-feira (18) o Ministério da Economia anunciou o nome do novo presidente do BNDES, que substituirá Joaquim Levy, demitido por “ser ligado às administrações petistas”.

Se trata de Gustavo Montezano, profissional com passagem pelo BTG Pactual, mesmo banco onde trabalhou o ministro Paulo Guedes. Profissionalmente, o engenheiro também é ligado ao secretário de Desestatização, Salim Mattar.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Porém, no âmbito pessoal, sua ligação é com a própria família Bolsonaro. Na década de 1990, os pais de Montezano moravam no mesmo prédio dos Bolsonaro, e por isso Gustavo é amigo de longa data de trio de filhos presidenciais que milita na política: Flávio, Carlos e Eduardo.

Em entrevista nesta terça-feira (18), Eduardo confirmou a relação de amizade, mas disse que pela idade (38), Gustavo era mais próximo de Flávio, o filho mais velho do presidente.

O resumo do currículo de Montezano, publicado no site do BNDES, indica que ele é mestre em economia pela Faculdade de Economia e Finanças (IBMEC-RJ) e graduado em Engenharia pelo Instituto Militar de Engenharia (IME-RJ), e que foi diretor de operações da ECTP (BTG Commodities), e também o sócio diretor do BTG Pactual responsável pela divisão de crédito corporativo e estruturados.

Veja também:  Congresso de jovens da Igreja Batista é acusado de racismo

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum