Imprensa livre e independente
15 de março de 2019, 10h35

Suspeitos do assassinato de Marielle são apoiadores de Bolsonaro, afirma Veja

Os dois faziam referência a Bolsonaro em seus ícones de Whatsapp. Élcio Queiroz tinha o slogan “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos” no app. Ronnie Lessa não colocava sua foto, mas a de Bolsonaro

Foto: Reprodução
Ronnie Lessa e Élcio Queiroz, os milicianos presos pelo assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, são admiradores do presidente Jair Bolsonaro, de acordo com a coluna Radar, da Veja. Queiroz tirou foto com Bolsonaro e a postou, no último dia 4 de outubro, às vésperas do primeiro turno da eleição presidencial. O perfil foi retirado do ar na última terça-feira (12). Queiroz e Bolsonaro. Foto: Reprodução Dias antes, em 25 de setembro, o mesmo perfil postou uma gravação de um show de Paulo Ricardo com a legenda “Homenagem de Paulo Ricardo (RPM) ao Capitão Bolsonaro!” Os dois faziam referência a...

Ronnie Lessa e Élcio Queiroz, os milicianos presos pelo assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, são admiradores do presidente Jair Bolsonaro, de acordo com a coluna Radar, da Veja.

Queiroz tirou foto com Bolsonaro e a postou, no último dia 4 de outubro, às vésperas do primeiro turno da eleição presidencial. O perfil foi retirado do ar na última terça-feira (12).

Queiroz e Bolsonaro. Foto: Reprodução

Dias antes, em 25 de setembro, o mesmo perfil postou uma gravação de um show de Paulo Ricardo com a legenda “Homenagem de Paulo Ricardo (RPM) ao Capitão Bolsonaro!”

Os dois faziam referência a Bolsonaro em seus ícones de Whatsapp. Élcio Queiroz tinha o slogan “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos” no app.

Ronnie Lessa, que era vizinho do presidente, não colocava sua foto no perfil, mas a de Bolsonaro.

 

 

Veja também:  Defensores de Moro e Bolsonaro marcam protesto contra participação de Glenn Greenwald na Flip

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum