#Alto Comissariado das Nações Unidas

20 de maio de 2019, 13h48

Talíria Petrone vai a escritório da ONU denunciar política de segurança pública de Witzel

Entre os meses de janeiro e março deste ano, 434 pessoas foram mortas pela força policial do estado do Rio de Janeiro; essa será a segunda denúncia contra Witzel à ONU