#Crise na Europa

27 de janeiro de 2015, 12h15

Programa do Syriza prevê negociação da dívida, imposto progressivo e valorização salarial

O novo primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, do Syriza, assumiu o cargo defendendo o fim da austeridade imposta pela troika e a renegociação da dívida, que chega a 175% do PIB.


30 de maio de 2012, 10h43

Santayana: unir a América do Sul, agora!

Por Mauro Santayana: Não há mais espaço para a dúvida: a América do Sul terá que unir-se com urgência, para que não se torne território aberto à disputa feroz pelos seus recursos naturais, no futuro que se apressa a chegar. Ao lado da África, a América Latina sempre foi vista como um território de todos, menos de seus próprios habitantes. Em nome da Fé e da Civilização, espanhóis e portugueses, holandeses e franceses, aqui chegaram para ocupar e dominar as civilizações existentes, como as andinas.


16 de novembro de 2011, 10h36

Santayana: “os banqueiros não desistem”

Por Mauro Santayana: Para que se incluam na sociedade humana os marginalizados de hoje, é preciso dela excluir os verdadeiros marginais: os grandes banqueiros privados e seus poderosos clientes. Não é o que está acontecendo na Europa, onde os banqueiros estão assumindo o poder em lugar de líderes fracos e acovardados.


11 de novembro de 2011, 12h11

As cordas das marionetes

Do Direto da Redação: O cenário que assistimos agora é alarmante. O capital financeiro, causador da crise que atinge severamente a Europa, e também os Estados Unidos, consegue se dissociar dos males que causou e cobra por eles. As populações, perplexas, não conseguem reagir e consideram natural esta completa inversão de valores. velha cantilena da redução do Estado aparece com força total, com a banca ditando o que os países podem e devem fazer.