#esquerda

20 de julho de 2019, 09h50

O conto da carochinha: a união entre patrões e empregados para um mundo melhor

Raphael Fagundes: “A ideia principal defendida pelo ponto de vista da direita é a premissa de que o capital tem o interesse de desenvolver toda uma nação e não apenas expandir as posses de seu dono”


14 de julho de 2019, 20h28

Perdida na guerra semiótica, esquerda agora ataca Tabata Amaral

Ela é jovem, bonita, bem articulada, e com um currículo invejável traçado por uma inteligência privilegiada e bem-sucedida. Esse humilde blogueiro sabe que esta analogia pode parecer estranha ou bizarra... Mas Tabata Amaral não passa de uma Juan Guaidó de saias


12 de julho de 2019, 19h45

As ruas faltaram ao encontro

Cid Benjamin: “Na batalha por corações e mentes a ser travada na sociedade, nossa munição são os meios de comunicação. E nesse quesito temos muito a aprender com a direita e com as igrejas evangélicas. Fomos um fracasso retumbante”


11 de julho de 2019, 18h42

Tabata Amaral e a praga da política “nem-nem”

"Essa coisa de esquerda e direita ameaça a democracia’, disse deputada Tabata Amaral. O que ameaça a democracia, na verdade, são os interesses do mercado em detrimento às necessidades da população, do trabalhador, do humilde e do comum, mas isso a Tabata sabe, já que é a garota-propaganda de empresários. Não é por menos que ela defende uma proposta de reforma da Previdência.


07 de julho de 2019, 13h16

Gregos vão às urnas em eleições gerais para escolher próximo governo

Pleito é decisivo para esquerda, que tenta se manter no poder com o premiê Alexis Tsipras; pesquisas indicam favoritismo da direita


03 de julho de 2019, 06h00

Comunistas liberais e liberais comunistas: como a direita reinterpretou a luta de classes

Para se popularizar a esquerda adota a questão moral e de identidade, enquanto a direita adota a luta de classes. Que ironia: comunistas sendo liberais e liberais comunistas


30 de junho de 2019, 14h56

Ser de esquerda é defender o fim da “guerra às drogas”

Para Julian Rodrigues, “só tem um jeito: regulação restrita e legalização de todas as drogas. Ou a esquerda defende isso, ou continuaremos a reboque do bolsonarismo no tema de segurança pública”


24 de junho de 2019, 17h56

Qual é a régua para fazer uma avaliação da relação social de forças?

Valerio Arcary: “Ainda que na defensiva desde 2016, a classe trabalhadora não foi esmagada, não ocorreu uma derrota histórica”


19 de junho de 2019, 07h33

Três táticas dividem a esquerda diante do governo Bolsonaro

Valerio Arcary: “São três os partidos com audiência de massas: PT, PSOL e PCdoB, se considerarmos como critério aqueles que conquistaram representação parlamentar, embora o PT seja, evidentemente, muito maior”


18 de junho de 2019, 22h16

Coletes franceses: A Onda Amarela – Por Beatriz Leandro

"É possível acreditar que esse movimento, se estruturado, poderá continuar desestabilizando ou serão 'capturados' pela política institucional?"


07 de junho de 2019, 06h00

Sobre a militância (3)

Valerio Arcary: “Uma militância de esquerda deve ser uma ação o mais consciente possível, portanto, o mais madura possível. A lealdade às ideias que se expressam em um programa deve ser superior à lealdade a pessoas”


29 de maio de 2019, 21h24

A esquerda decidiu defender o óbvio

Raphael Fagundes: “Para as próximas manifestações é preciso pensá-las, não como respostas aos lunáticos de domingo, mas contra o sistema, contra a radicalização do capital. Não se trata de uma questão ideológica, de cores, mas de luta de classes”


28 de maio de 2019, 16h57

Para Flávio Dino, a esquerda perdeu “a batalha política da classe média”

“Não adianta blocarmos o bolsonarismo. Precisamos cindir o pacto antinacional e antipopular, e isolar o bolsonarismo hard. Precisamos ter amplitude”, disse o governador Maranhão


27 de maio de 2019, 17h18

Eleições Europeias 2019: O que esperar para o futuro da Europa?

O resultado das eleições em si materializou um parlamento fragmentado, o que implicará a necessidade de um maior nível de diálogo e articulação entre os agrupamentos para aprovação de medidas cruciais como o orçamento europeu, mudanças climáticas e o controle das fronteiras.


24 de maio de 2019, 22h12

Bolsonaro e a lógica do “governo sitiado”

Rodrigo Vianna: “As manifestações do dia 26 podem ser o termômetro para se saber se o capitão terá forças para resistir, ainda que isolado das elites tradicionais”