#Jair Messias

05 de novembro de 2019, 22h46

Diante da encenação farsesca, perdeu o povo brasileiro

Luiz Roberto Alves: “O historiador do futuro não terá por que rir a despeito de trabalhar sobre as farsas. Acabrunhado, anotará até onde um povo pode perder quando se ilude e denomina reforma o que é deformação do que de bom lhe trouxera sua constituição cidadã”


11 de junho de 2019, 06h00

Supremo Tribunal Federal

Luiz Roberto Alves: “O STF é imprescindível, não pela imposição legal que o engrandece, mas por leituras inconfundíveis dos fenômenos históricos que lhe chegam às mãos para análise e resposta de amplo valor”