#Luiz Otávio Crisóstomo

04 de março de 2019, 11h16

“O mais chocante é que ninguém no ônibus fez nada”, diz estudante vítima de homofobia

Um desconhecido deu dois socos em Luiz Otávio Crisóstomo e ainda o ofendeu: “Aos gritos, ele me chamou de ‘viado’ e atingiu a classe LGBT, dizendo que somos proliferadores de doenças”