#Makota Valdina

19 de março de 2019, 11h42

Morre em Salvador Makota Valdina, ícone da luta contra o racismo e intolerância religiosa

“Makota é porque eu resolvi, conscientemente, empunhar a bandeira da militância, não como educadora que eu era, mas como religiosa do candomblé”, disse


21 de agosto de 2013, 14h10

“É preciso ensinar o respeito necessário ao candomblé”

Em entrevista à jornalista Estela Marques, Makota Valdina, integrante do Conselho Estadual de Cultura da Bahia, fala sobre racismo, política, intolerância religiosa e violência