#manipulação

30 de junho de 2010, 13h27

Terrorismo para todos os gostos e em todos os tempos

O texto a seguir é bastante didático, ele mostra como as mesmas práticas recebem nome e tratamentos diferentes de acordo com quem está no poder.  Os judeus que fundaram o Estado de Israel usaram práticas violentas como explosões de pontes hotéis que vitimaram muitos civis. Hoje cultuam essas ações como ‘resistência’. Que diferenças existem nestas […]


07 de maio de 2010, 10h37

Professor de sociologia também foi vítima de “Veja”

Essa semana, você leu aqui no Escrevinhador a declaração do antropólogo Eduardo Viveiros de Castro – que foi vítima de manipulação grosseira por parte da “Veja” – http://www.rodrigovianna.com.br/radar-da-midia/veja-e-a-incrivel-entrevista-que-nunca-existiu. Agora, recebo do leitor Adilson Filho (professor da rede estadual no Rio) relato de outro caso semelhante. Confiram… Prezado Rodrigo, Há algumas semanas fui vitima de uma reportagem […]


04 de maio de 2010, 10h43

“Veja” e a incrível entrevista que nunca existiu

Acima, a chamada da “Veja” e seu “Especial: A indústria da demarcação de terras” O Escrevinhador, ao contrário de “Veja”, falou com o antropólogo Eduardo Viveiros de Castro – vítima de mais essa lambança da revista (editada às margens fetidas do rio Pinheiros). Confira, na reportagem de Juliana Sada – que estreia como colaboradora do […]


04 de maio de 2010, 10h41

“Veja” responde ao antropólogo; dúvidas persistem

O antropológo Eduardo Viveiros de Castro recebeu resposta da “Veja” sobre a incrível entrevista que nunca existiu. O antropólogo não considerou a resposta satisfatória. Aqui, a primeira nota que Viveiros de Castro enviou à revista: Ao Editores da revista Veja: Na matéria “A farra da antropologia oportunista” (Veja ano 43 nº 18, de 05/05/2010), seus autores colocam em […]


15 de agosto de 2009, 23h16

Veja, para não ler mais

A partir da análise da edição comemorativa de 40 anos da revista Veja, publicada em 2008, de capas e assuntos de sua trajetória, de citações de seu diretor editorial atual, Eurípedes Alcântara e de seu dono, Roberto Civita, todas publicadas muitas vezes nas próprias páginas de Veja, descortina-se o desserviço prestado à informação e comunicação. […]