#Ni Una Menos

03 de junho de 2019, 16h58

Coletivo Ni Una Menos volta às ruas na Argentina após dois novos feminicídios

A mobilização das feministas argentinas nasce como resposta a dois novos casos de mulheres assassinadas por questão de gênero, e também por um informe apontando que uma mulher é morta no país a cada 32 horas.


14 de fevereiro de 2017, 08h11

Dia da Mulher promete ser o Dia sem Mulher, com uma grande greve internacional feminina

O próximo 8 de março – o Dia da Mulher – promete ser histórico. Em mais de 30 países, grupos feministas prometem fazer greve. “Se nosso trabalho não vale, produzam sem nós”. Cecilia Palmeiro, uma das porta-vozes de “Ni Una Menos”, grupo de mulheres da Argentina.


19 de julho de 2016, 14h46

Queremos todas vivas

Como a sociedade, as leis e as instituições lidam com a questão dos feminicídios na Argentina.