#PM-SP

02 de dezembro de 2019, 12h21

Paraisópolis vivia há um mês sob terror da “operação saturação”, anunciada após morte de PM próximo à comunidade

O massacre foi anunciado no Facebook oficial da PM-SP no dia 2 de novembro, um dia após a morte de um sargento em troca de tiros na região. A partir desta data, as operações da PM no local passaram a ser diárias, com ameaças. “Vamos tocar o terror em Paraisópolis”