#“Por que não te calas?”

06 de novembro de 2010, 14h29

Derrotado, Serra declara guerra a Dilma

O discurso do tucano indica que ele não aceitou o resultado da eleição e anuncia oposição radical a Dilma. Na noite de domingo 31 de outubro, se o rosto tenso de José Serra, emoldurado pelo ar da tristeza, era um retrato natural após o resultado oficial da vitória de Dilma Rousseff, as palavras que disparou surpreenderam e quebraram a cordialidade protocolar normalmente seguida pelo candidato derrotado.