#pseudopatriotismo

09 de abril de 2019, 23h28

“Pressão está forte para me candidatar em 2022”: como combater o pseudopatriotismo

Raphael Fagundes: “As esquerdas precisam investir em narrativas que possam iluminar as pessoas que, por seu turno, sabem os problemas que as assolam, mas ainda estão presas, devido à ausência de assistência de um Estado laico, a princípios medievais”