#Pulo Guedes

10 de julho de 2019, 06h32

Câmara encerra discussão sobre proposta de reforma da Previdência, que deve ir à votação nesta quarta-feira

Enquanto a tropa de choque de Bolsonaro tentava atropelar a oposição no plenário da Câmara, o ministro da Economia, Paulo Guedes, preparava medidas pós aprovação da reforma da Previdência, que prevê uma política ainda mais incisiva de privatização e enxugamento do Estado