#Vestígios

29 de julho de 2011, 19h06

Após 40 anos da morte de militante, a luta por justiça

No mês em que se completam quarenta anos da morte do jornalista e militante Luiz Eduardo Merlino, sua família luta para obter o reconhecimento, por parte do Estado, de seu assassino. O jovem jornalista de apenas 23 anos era militante do POC (Partido Operário Comunista) e foi preso na casa de sua mãe, após retornar de uma viagem à França. O alvo da ação por danos morais é o Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, que já foi declarado torturador pela Justiça paulista. Entre 1969 e 1973, Ustra foi responsável por comandar um dos principais centros de tortura do período da ditadura, o DOI-CODI de São Paulo.


11 de março de 2011, 16h04

A “Fração Bolchevique” e a mancha vermelha

Escolho o escritório aqui de casa para o descanso forçado. E acabo de achar, esquecida na gaveta, uma daquelas velhas pastas – com folhetos e anotações da época de Faculdade. 1987, 1988, 1989... Foram anos intensos, por causa da militância política. Além de Jornalismo, cursei História na USP. E logo mergulhei naquele emaranhado de tendências e pequenos grupos que pareciam acreditar na iminência da revolução socialista.


27 de dezembro de 2010, 22h26

Nelson, Caetano, o Papa e a Mesbla

Os LPs saltaram do baú. E com eles boas lembranças. Há quantos anos não ouvia Nelson Cavaquinho. Foi uma delícia reencontrar também meu disco vermelho do “Língua de Trapo”, o “Dire Straits” e muito Caetano Veloso. Sem falar nas minhas fotos dos anos 70, outras dos anos 90. A multidão no Rio pra ver o Papa, e ao fundo o letreiro da Mesbla. Tudo se foi. Saudade, sim. Mas sem saudosismo.


13 de dezembro de 2010, 14h52

Stuart Angel é homenageado por seu combate

Na semana passada, foi realizada uma justa homenagem à memória de Stuart Angel Jones. Militante do MR-8 (Movimento Revolucionário 8 de outubro) e combatente da ditadura, Stuart foi torturado e assassinado pelo regime militar em 1971.


07 de agosto de 2010, 15h38

As minhas lembranças de Plinio, um lutador

O Plínio (PSOL) entrou no radar dos tuiteiros e da imprensa em geral, depois da boa atuação no debate da "Band". Foi como se o Plinio tivesse sido descoberto agora. Não tenho simpatia pelo PSOL, mas gosto muito do Plinio - apesar de não concordar com muita coisa que ele diz. Peço licença para algumas reminiscências sobre esse grande brasileiro, a quem conheço há 22 anos.


04 de agosto de 2010, 13h44

Lembranças da TV Cultura, antes do desmonte

Aprendi a “fazer televisão” na TV Cultura de São Paulo. Trabalhei durante quase três anos lá, entre 92 e 95. Época de ouro. Causa-me tristeza profunda ler a nota publicada por Daniel Castro, no R-7. Sob comando de João Sayad, os tucanos agora querem terminar o serviço na TV Cultura. Falam em demitir 1.400 pessoas. O último que sair apaga a luz.