Imprensa livre e independente
06 de julho de 2019, 15h49

TCU pressiona Guedes para esclarecer investigação do Coaf sobre Glenn Greenwald

Decisão surge a partir de uma representação do subprocurador-geral do Ministério Público de Contas, e é fruto de rumores que correm em Brasília desde a audiência durante a passagem de Sérgio Moro pela CCJ, afirmando que o Coaf estaria agindo a pedido da Polícia Federal, vinculada ao ministério hoje comandado pelo ex-juiz da Lava Jato, para intimidar o jornalista.

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
O TCU (Tribunal de Contas da União) quer que o ministro da Economia, Paulo Guedes, se explique a respeito de uma possível investigação do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), sobre as movimentações financeiras do jornalista Glenn Greenwald, um dos responsáveis pela série de reportagens da Vaza Jato, do The Intercept Brasil. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo A decisão foi do ministro Bruno Dantas, publicada na sexta-feira (5), e foi tomada a partir de uma representação do subprocurador-geral do Ministério Público de Contas (MP/TCU), Lucas Rocha Furtado,...

O TCU (Tribunal de Contas da União) quer que o ministro da Economia, Paulo Guedes, se explique a respeito de uma possível investigação do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), sobre as movimentações financeiras do jornalista Glenn Greenwald, um dos responsáveis pela série de reportagens da Vaza Jato, do The Intercept Brasil.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

A decisão foi do ministro Bruno Dantas, publicada na sexta-feira (5), e foi tomada a partir de uma representação do subprocurador-geral do Ministério Público de Contas (MP/TCU), Lucas Rocha Furtado, quem considerou que a suposta investigação teria como motivação intimidar o jornalista, o que poderia configurar uma situação de abuso de poder. O ministro Dantas, em seu despacho, também solicita que o presidente do Coaf, Roberto Leonel de Oliveira Lima, se manifeste sobre o tema.

Segundo rumores que começaram a correr em Brasília justamente durante a tarde de terça-feira (2), quando o ministro da Justiça Sérgio Moro estava presente em audiência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados), a investigação do Coaf teria sido solicitada pela Polícia Federal, que está vinculada ao ministério comandado por Moro.

Veja também:  Toffoli usou processo de dono de posto de gasolina para beneficiar Flávio Bolsonaro

Finalmente, o texto da decisão do TCU também prevê, caso seja confirmada a existência de tal investigação contra o jornalista estadunidense, que a mesma deve ser imediatamente suspensa.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum