Imprensa livre e independente
19 de julho de 2017, 12h57

Técnico do Internacional dá resposta machista à repórter e depois pede desculpas

O caso aconteceu logo após a partida entre o Colorado e o Luverdense, em Porto Alegre. Diante da repercussão negativa, o treinador pediu desculpas.

O caso aconteceu logo após a partida entre o Colorado e o Luverdense, em Porto Alegre. Diante da repercussão negativa, o treinador pediu desculpas. Da Redação Após a partida do Internacional com a Luverdense, na noite desta terça-feira (18), em Porto Alegre, o treinador do Colorado, Guto Ferreira, foi questionado pela repórter Kelly Costa, da RBS TV, sobre a má pontaria da equipe. Na resposta, o técnico disse que não responderia com outra pergunta porque ela “é mulher e, de repente, não jogou”. “Não vou te fazer essa pergunta porque você é mulher e, de repente, não jogou (futebol). Todo atleta sob...

O caso aconteceu logo após a partida entre o Colorado e o Luverdense, em Porto Alegre. Diante da repercussão negativa, o treinador pediu desculpas.

Da Redação

Após a partida do Internacional com a Luverdense, na noite desta terça-feira (18), em Porto Alegre, o treinador do Colorado, Guto Ferreira, foi questionado pela repórter Kelly Costa, da RBS TV, sobre a má pontaria da equipe. Na resposta, o técnico disse que não responderia com outra pergunta porque ela “é mulher e, de repente, não jogou”.

“Não vou te fazer essa pergunta porque você é mulher e, de repente, não jogou (futebol). Todo atleta sob pressão tem a dificuldade em manter o foco no lance final, além de trabalhar contra sua confiança. Ele precisa acertar para recuperar essa confiança. Então, eu iria te perguntar se você já jogou para conseguir perceber essa situação”, declarou Guto.

A repercussão da resposta desastrada foi tamanha, chegando inclusive a ficar entre os assuntos mais comentados nas redes, que o treinador acabou pedindo desculpas à repórter.

Veja também:  Jorge Kajuru volta atrás e diz que não renuncia: "Só estava deprimido, mas renunciar só morto"

“Tomo a liberdade de pedir desculpas à Kelly Costa, repórter, pela declaração. Eu fui muito infeliz no raciocínio da resposta, acabei me atrapalhando e não quero mudar a opinião de ninguém, respeito a opinião de todo mundo, até porque sei que errei”, disse.

Foto: Reprodução TV Globo

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum