Imprensa livre e independente
14 de maio de 2019, 16h00

Temer e Coronel Lima conseguem votos suficientes no STJ para deixarem a prisão

Decisão é provisória e ambos são réus em ação penal que apura desvios na construção da usina de Angra 3

Foto: Lula Marques/AGPT
Michel Temer conseguiu, nesta terça-feira (14), em julgamento na Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), os votos necessários para deixar a prisão. O emedebista está detido na sede do Comando de Policiamento de Choque da Polícia Miliutar, em São Paulo. Dois dos quatro ministros da Sexta Turma (Antônio Saldanha e Laurita Vaz) tinham votado favoravelmente à libertação de Temer e do coronel João Baptista Lima Filho, ex-assessor e amigo pessoal do emedebista. Os ministros deram os votos em caráter provisório em julgamento de habeas corpus impetrados pelos dois réus. Empate favorece Como os habeas corpus estão sendo julgados...

Michel Temer conseguiu, nesta terça-feira (14), em julgamento na Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), os votos necessários para deixar a prisão. O emedebista está detido na sede do Comando de Policiamento de Choque da Polícia Miliutar, em São Paulo.

Dois dos quatro ministros da Sexta Turma (Antônio Saldanha e Laurita Vaz) tinham votado favoravelmente à libertação de Temer e do coronel João Baptista Lima Filho, ex-assessor e amigo pessoal do emedebista.

Os ministros deram os votos em caráter provisório em julgamento de habeas corpus impetrados pelos dois réus.

Empate favorece

Como os habeas corpus estão sendo julgados por quatro dos cinco ministros da turma, pois Sebastião Reis Junior se declarou impedido, o eventual empate no julgamento favorece Temer e Lima.

Os dois ministros que votaram optaram por substituir a prisão por medidas cautelares: proibição de manter contato com outros investigados; proibição de mudança de endereço e de se ausentar do país; entregar o passaporte; bloqueio dos bens até o limite de sua responsabilidade.

Veja também:  Bolsonaro: o inimigo das forças armadas

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum