Imprensa livre e independente
30 de abril de 2017, 14h05

Temer, mais uma vez, destila machismo: “Governos precisam ter maridos. Daí não quebram”

A fala foi feita em entrevista ao apresentador Ratinho, quando tentava, através de uma analogia com as finanças familiares, falar sobre a economia do país  Por Redação  O presidente Michel Temer, mais uma vez, mostrou seu pensamento arcaico com relação às mulheres. Depois de tentar fazer uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher dizendo que mulheres são boas nas contas do supermercado, o peemedebista disse que os governos, para não quebrarem, precisam ter maridos. “Os governos agora precisam ter maridos, viu, porque daí não vai quebrar”, disse. Sua fala se deu em uma entrevista ao apresentador Ratinho, na última sexta-feira...

A fala foi feita em entrevista ao apresentador Ratinho, quando tentava, através de uma analogia com as finanças familiares, falar sobre a economia do país 

Por Redação 

O presidente Michel Temer, mais uma vez, mostrou seu pensamento arcaico com relação às mulheres. Depois de tentar fazer uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher dizendo que mulheres são boas nas contas do supermercado, o peemedebista disse que os governos, para não quebrarem, precisam ter maridos.

“Os governos agora precisam ter maridos, viu, porque daí não vai quebrar”, disse.

Sua fala se deu em uma entrevista ao apresentador Ratinho, na última sexta-feira (28), quando tratavam sobre crise financeira. Ratinho usou um orçamento familiar como exemplo para que o presidente explicasse o motivo pelo qual os governos gastam mais do que arrecadam.

“Uma dona de casa, ela não pode gastar se o marido dela ganha R$ 5 mil, ela não pode gastar mais que cinco, senão ela vai quebrar o marido. Porque o governo gasta mais do que arrecada sempre? Não estou dizendo o governo federal, mas o governo municipal, o governo estadual sempre gasta mais do que arrecada. Por que isso?”, perguntou Ratinho, ao que Temer respondeu com a frase machista de que governos precisam de maridos.

Veja também:  Diogo Mainardi, do Antagonista, torce por prisão de hacker e fim da Vaza-Jato

Na mesma entrevista, Temer ainda defendeu as reformas trabalhista e da Previdência e disse que não pretende se candidatar às eleições em 2018. Para o peemedebista, uma nova liderança deve surgir até 2018.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum