Imprensa livre e independente
28 de agosto de 2017, 10h39

“Tome vergonha na cara”, diz procurador a Kakay, que sugeriu prisão de Moro

Kakai publicou tréplica, onde diz: “Este procurador desonra o MP ao usar o Facebook como maneira de intimidação”.

Kakai publicou tréplica, onde diz: “Este procurador desonra o MP ao usar o Facebook como maneira de intimidação”. Da Redação* Agora foi a vez do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, correr em defesa do juiz Sérgio Moro e rebater, neste domingo (27.ago.2017), declarações de Kakay, advogado de réus na operação, sobre caso envolvendo um amigo do juiz Sérgio Moro. “Tome vergonha na cara”, disse o procurador. “Kakay foi longe demais”. Em nota, a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba também repudiou a fala de Kakay. AMIGO DE MORO Segundo a Folha de S. Paulo, Rodrigo Tacla Duran, ex-advogado...

Kakai publicou tréplica, onde diz: “Este procurador desonra o MP ao usar o Facebook como maneira de intimidação”.

Da Redação*

Agora foi a vez do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, correr em defesa do juiz Sérgio Moro e rebater, neste domingo (27.ago.2017), declarações de Kakay, advogado de réus na operação, sobre caso envolvendo um amigo do juiz Sérgio Moro.

“Tome vergonha na cara”, disse o procurador. “Kakay foi longe demais”. Em nota, a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba também repudiou a fala de Kakay.

AMIGO DE MORO

Segundo a Folha de S. Paulo, Rodrigo Tacla Duran, ex-advogado da Odebrecht, afirma que o advogado trabalhista Carlos Zucolotto Jr, amigo de Moro, intermediou “negociação paralela com a força-tarefa da Operação Lava Jato”. 

Duran cumpre liberdade condicional na Espanha. E recusou fechar delação premiada junto de outros ex-executivos da construtura.

No domingo (27), dia da publicação da matéria na Folha, Moro correu em defesa do amigo através de nota.

Veja também:  Alexandre Frota diz que Doria o convidou para se filiar ao PSDB

Kakay havia dito que caberia prisão preventiva de Moro, caso tomasse decisões similares a de casos que julga na Lava Jato. “O fato do juiz ter entrado em contato diretamente com o advogado Zucolatto, seu padrinho de casamento, para enviar uma resposta à Folha, ou seja, combinar uma resposta a jornalista, seria interpretado como obstrução de Justiça, com prisão preventiva decretada com certeza”, afirmou.

TRÉPLICA DE KAKAY

O advogado Kakay mandou ao Poder360 uma nota em que afirma que não ter acusado ninguém.  “Comentei as acusações dando a ele o pressuposto da presunção de inocência, que ele e sua turma negam a todos. Este procurador, que desonra o MP, ao usar o Facebook como maneira de intimidação, de forma ridícula, nem mereceria resposta, mas eu o faço em homenagem a um MP que orgulha o país e ao qual a advocacia respeita, elogia e reverencia” (leia qui aqui a íntegra da nota).

*Com informações do Poder 360

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum